Imagine que "The Last of Us" e "Derry Girls" tinham um filho e esse filho era muito fofinho. "Extraordinary", série que chegou à Disney+ no final de janeiro, é o cruzamento perfeito entre uma realidade mundial completamente alterada por um acontecimento único e o dia a dia de jovens perfeitamente normais, ocupados com os seus problemas.

"The Last Of Us". Novo episódio da série do momento chega mais cedo do que o habitual. Saiba quando
"The Last Of Us". Novo episódio da série do momento chega mais cedo do que o habitual. Saiba quando
Ver artigo

Num mundo imaginário (mas em tudo parecido com o nosso), todas as pessoas ganham superpoderes assim que chegam à maioridade. Uns mais interessantes do que outros (há quem tenha o dom da invisibilidade e quem apenas consiga mudar a cor do cabelo), cada cidadão comum é extraordinário. Excepto Jen (Máiréad Tyers). A jovem irlandesa (cuja família emigrou para Inglaterra) é, à semelhança de um grupo reduzido de pessoas, desprovida de qualquer poder o que, aos 25 anos, lhe provoca uma enorme crise de identidade. Crise essa agravada pelo facto de a meia irmã, Andy, ser não só a filha predileta da mãe como um prodígio do violino.

Mas Jen não está sozinha nesta luta porque conta com a amizade incondicional de Carrie (Sofia Oxenham), uma promissora advogada que, não só devido ao seu poder mas sobretudo à sua inocência, deixa que se aproveitem dela: é que Carrie é um veículo através do qual os mortos falam, o que a torna uma peça fundamental da firma de advogados para a qual trabalha (mas na qual é ignorada). Jen e Carrie partilham casa, e é também lá que vive Kash (Bilal Hasna), aspirante a super-herói que usa o seu poder (reverter o tempo mas apenas por poucos segundos) para fins muito pouco nobres.

Na busca pelo seu poder, Jen vai ter de confrontar-se com os problemas normais de uma jovem da sua idade: um emprego aborrecido (com uma patroa surreal), um amigo colorido, giro que dói, mas que a ignora categoricamente assim que sai da cama dela, e a inveja que tem da meia irmã. A chegada de um gato (que não é bem um gato, mas não vamos fazer spoilers) vai mudar por completo a vida dos três amigos.

A série, com oito episódios, foi criada por Emma Moran e é o primeiro trabalho da autora irlandesa. "Extraordinary" já foi renovada para uma segunda temporada e tem neste momento uma das classificações mais elevadas do site de crítica de cinema e televisão Rotten Tomatoes: 100% nas críticas dos especialistas e 93% nas críticas dos telespectadores.

Veja as fotos

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.