Filomena Cautela foi uma das distinguidas na gala que escolhia as 25 Mulheres Mais influentes de Portugal 2019, que decorreu esta quinta-feira, 17 de setembro, na Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP). A apresentadora não pôde estar presente por estar presente para preparar o novo programa na RTP1, mas deixou um discurso preparado que, além dos agradecimentos, incluiu uma revelação inédita.

Pipoca Mais Doce entre as mais influentes de Portugal: "Temos mulheres incríveis e que são tão boas como qualquer homem"
Pipoca Mais Doce entre as mais influentes de Portugal: "Temos mulheres incríveis e que são tão boas como qualquer homem"
Ver artigo

"Digo-vos que estou a trabalhar, e deixo já aqui em primeira mão, para no próximo programa ter um bocadinho desta missão que vocês também têm aqui na Executiva e que sei que todas as mulheres que ganharam este prémio ao longo dos anos têm", começou por dizer. A Executiva é um site dirigido ao público feminino e que pretende dar voz às mulheres, bem como reconhecimento através dos prémios anuais com base num estudo de Filipe Fernandes.

O novo formato que Filomena está a preparar — após a saída do "5 para a Meia-Noite" no fim de junho — terá então também esta missão "de tentarmos transformar o mundo em que vivemos num mundo um bocadinho mais justo, um bocadinho mais inteligente, um bocadinho mais curioso e um bocadinho melhor", acrescenta a apresentadora, fazendo adivinhar que o programa que está para chegar tem como mote a valorização da mulher.

Vem ai um podcast de Filomena Cautela sobre saúde sexual e conforto vaginal
Vem ai um podcast de Filomena Cautela sobre saúde sexual e conforto vaginal
Ver artigo

O discurso daquela que é uma das personalidades mais conhecidas da televisão portuguesa foi gravado em áudio e transmitido durante a cerimónia por Alexandre Gomes Ferreira, publicist na empresa L'Agence, que representa Filomena Cautela.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.