A Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP) encheu-se de nomes femininos e marcantes a nível nacional esta quinta-feira, 17 de setembro, para a cerimónia de entrega de prémios das 25 Mulheres Mais Influentes em Portugal em 2019. Um dos nomes sonantes, e que tem dado que falar nos últimos tempos, é Cristina Ferreira, mas a lista conta ainda com Ana Garcia Martins, Júlia Pinheiro, Rita Pereira, e a estreia da jornalista da RTP Sandra Felgueiras.

Sandra Felgueiras ataca Gonçalo Amaral, fala sobre os McCann e diz que as provas contra novo suspeito são as mais fortes até hoje
Sandra Felgueiras ataca Gonçalo Amaral, fala sobre os McCann e diz que as provas contra novo suspeito são as mais fortes até hoje
Ver artigo

Os prémios destacam mulheres da área dos negócios, política, ciência, artes e cultura, da justiça e dos media, onde se insere outra das premiadas, Ana Garcia Martins, mais conhecida como A Pipoca Mais Doce. A influencer recebeu a distinção pelo quarto ano consecutivo (a primeira vez aconteceu em 2016).

"É ótimo ver um prémio que distinga as mulheres nas mais variadas áreas e que relembre, de facto, que temos mulheres incríveis e que são tão boas como qualquer homem em qualquer área", diz Ana Garcia Martins à MAGG.

"Para mim, obviamente, movendo-me na área das redes sociais e do humor, é importante saber que estas áreas também têm o seu reconhecimento. Sinto que estou um bocadinho também em representação de todas as mulheres que se movem neste meio", acrescentou A Pipoca Mais Doce.

"BB - A Revolução": A Pipoca Mais Doce ganha lugar de destaque nas galas de domingo
"BB - A Revolução": A Pipoca Mais Doce ganha lugar de destaque nas galas de domingo
Ver artigo

Ana Garcia Martins viu a sua popularidade crescer a partir de abril, mês em que se tornou comentadora no reality show "Big Brother 2020", na TVI. Este domingo, estreia-se a solo na condução do pós-gala do "Big Brother - A Revolução". Quanto ao futuro, A Pipoca Mais Doce não tem, nem gosta de fazer previsões. "Não sou nada de fazer planos. As coisas foram surgindo, desde o stand up, os livros, enfim... Vu fazendo uma triagem do que me parece desafiante. Apareceu isto da televisão mas nunca tive qualquer apelo", refere a blogger.

Também influente nas redes sociais é Rita Pereira, cujo prémio, referente a 2019, ficou marcado pela forma como influenciou no digital, uma vez que não trabalhou no último ano enquanto atriz. "Saber que continuo a influenciar mesmo estando num pequenino ecrã e mesmo sendo a minha vida pessoal e a minha personalidade, é uma imensa honra e um orgulho", disse à MAGG.

Rita Pereira mostra Vaticano aos seguidores "que não terão oportunidade de visitar". Twitter agradece com ironia
Rita Pereira mostra Vaticano aos seguidores "que não terão oportunidade de visitar". Twitter agradece com ironia
Ver artigo

Na sala da Câmara de Comércio e Indústria, rodeada de homens, quer na plateia, quer nos quadros que mostram figuras marcantes na história nacional, as 25 mulheres mostraram a esses mesmos homens que nada temem e marcam o mundo no feminino.

Contudo, Júlia Pinheiro fez questão de realçar a importância masculina durante a cerimónia, endereçando o prémio "a todas as mulheres e também aos homens que este ano, em circunstâncias tão aflitivas, tão difíceis, estiveram ao mais alto nível do que é a nossa capacidade e performance, não só a nível profissional, mas sobretudo ao nível do suporte às famílias".

Júlia Pinheiro
créditos: Hugo Nogueira

A distinção das 25 mulheres portuguesas mais influentes é feita com base num estudo elaborado em exclusivo para o site Executiva.pt, por Filipe Fernandes, e tem como base cinco critérios que passam pela carreira, imagem, rede, poder (impacto social) e fortuna. Desde apresentadoras de televisão, bloggers, artistas, até figuras de poder no Governo, não falta representatividade nas mulheres que marcaram 2019.

Conheça as 25 premiadas. 

  • Cristina Ferreira, diretora de programas de entretenimento e ficção da TVI e administradora da TV
  • Paula Amorim, empresária
  • Joana Vasconcelos, artista plástica
  • Elisa Ferreira, comissária
  • Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda (BE)
  • Marta Temido, ministra da Saúde
  • Cláudia de Azevedo, empresária
  • Francisca Van Dunem, ministra da Justiça
  • Elvira Fortunato, cientista
  • Mariza, cantora
  • Rita Pereira, atriz
  • Sara Sampaio, modelo
  • Maria do Carmo Fonseca, cientista
  • Isabel Vaz, presidente da Comissão Executiva da Luz Saúde
  • Júlia Pinheiro, diretora da SIC mulher e SIC caras
  • Lucília Gago, procuradora-geral da República
  • Leonor Beleza, membro do conselho geral independente (CGI) da RTP
  • Daniela Ruah, atriz
  • Isabel Mota, presidente da Fundação Gulbenkian
  • Isabel Jonet, presidente do Banco Alimentar de Lisboa
  • Joana Carneiro, maestrina
  • Ana Garcia Martins, blogger
  • Guta Moura Gudes, experimenta Design
  • Filomena Cautela, apresentadora de TV
  • Sandra Felgueiras, jornalista da RTP

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.