Michael C. Hall já fez de tudo. Já foi um homossexual não assumido e diretor da funerária da família Fisher em "Sete Palmos de Terra", deu vida à personagem principal de Dexter Morgan — antiherói e assassino em série — em "Dexter" e foi John F. Kennedy em "The Crown". O ator está agora de regresso à Netflix com um papel principal e dá vida a Tom, um cirurgião pediátrico de renome e pai viúvo.

"Safe" é o nome da nova produção da Netflix em parceria com a estação francesa Canal+. A nova produção da plataforma de streaming conta a história de um pai que, depois de perder a mulher, tenta reorganizar a sua vida de maneira a oferecer o maior conforto às filhas.

4 sugestões para fazer o luto de “La Casa de Papel”
4 sugestões para fazer o luto de “La Casa de Papel”
Ver artigo

Apesar da tragédia, tudo parece estar a correr bem. Até que, uma noite, uma das filhas de Tom (Michael C. Hall) sai de casa às escondidas para ir a uma festa. A família volta a viver momentos de tensão com o desaparecimento de Jenny — e tudo piora quando um assassinato e um desaparecimento acontecem ao mesmo tempo, levando à descoberta de segredos há muito tempo guardados.

Harl Coben, realizador da série, diz à "Entertainment Weekly" que apesar de poder parecer cliché, não tem receio de dizer que "o final da série irá chocar por completo os espectadores."

"Safe" tem estreia marcada para 10 de maio e o elenco é composto por Amanda Abbington  ("Sherlock"), Hannah Arterton ("Versailles"), Louis Greatorex ("The Last Post") e Raj Paul ("Black Mirror").

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.