Miguel Moura obteve aprovação de 99 dos 100 jurados do "All Together Now" deste domingo, 14 de março. No entanto a sua participação no programa da TVI acabou por ficar por aí. Em entrevista, o jovem de Moura, Beja, contou que não esperava ser tão elogiado por Gisela João, a presidente do júri. O alentejano falou ainda sobre a ausência do pai e dos sonhos adiados para ajudar a família.

Audiências. "Hell's Kitchen" ou "All Together Now"? Saiba quem venceu na noite de domingo
Audiências. "Hell's Kitchen" ou "All Together Now"? Saiba quem venceu na noite de domingo
Ver artigo

Só lhe faltou conquistar apenas um dos jurados, e ainda que tenha perdido o lugar no pódio para a participante Catarina Castanhas, o alentejano de 20 anos recebeu um convite surpreendente. "A Gisela [João] queria levar-me para casa. Disse que me iria contactar para fazermos um dueto, portanto fico à espera do convite", relembrou o ex-concorrente do formato apresentado por Cristina Ferreira.

"Não estava à espera do convite e, na realidade, não estava à espera de nada. Fiquei muito feliz com a ideia de poder fazer um dueto com ela", acrescentou ainda sobre o momento alto da sua participação, que classificou como uma boa aprendizagem e possibilidade de fazer novas amizades.

Adiou os estudos para ajudar a família

O jovem de Moura começou a cantar aos 14 anos, em cafés e eventos da terra. Mas foi obrigado a parar os estudos para ajudar a mãe, que se viu sozinha com os três filhos e sem condições financeiras para os sustentar. "A minha mãe não conseguia pagar as despesas e comecei a trabalhar. Fiz a apanha da azeitona no último Inverno. Mesmo com mau tempo, tínhamos de ganhar algum dinheiro, íamos com fatos de borracha...", revelou o cantor.

Quanto à ausência do pai na sua vida, preferiu não dar muitos detalhes. "Nunca senti falta do meu pai e fui sempre feliz com a minha mãe e a minha avó", disse Miguel, que tem dois irmãos mais novos: um de 15 anos e outro de três.

Apesar do período conturbado, em que teve de ir trabalhar no campo para ajudar a mãe, o alentejano decidiu agora focar-se na música e trabalhar no segundo single que será lançado ainda este ano. A primeira canção do jovem chama-se "Tenho de Abalar", representa o Alentejo e, em especial, a cidade raiana de onde é natural.

Miguel foi surpreendido por Cristina Ferreira e pode voltar ao programa

Esta segunda-feira, 15, Miguel foi convidado no "Dois às 10" e esteve à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz sobre a experiência no "All Together Now". De forma surpreendente, Cristina Ferreira entrou em direto ao telefone e acabou por tecer vários elogios ao cantor. "Tocaste toda a gente, nós que estávamos lá e todos os que viram ontem. Essa tua timidez vai deixar de estar aí um dia destes".

Mas a apresentadora e diretora de entretenimento e ficção da TVI quis deixar uma outra mensagem ao ex-participante do programa que conduz. "Há pessoas que vão ter uma segunda oportunidade no 'All Together Now'. Há pessoas cujo sonho não termina aqui", revelou Cristina, referindo-se à "repescagem" de concorrentes que já havia sido mencionada por Gisela João.

Questionado sobre a surpresa que recebeu da comunicadora esta manhã, Miguel disse que ficou "branco" ao ouvir a sua voz. "Não estava à espera da chamada da Cristina Ferreira. Ela já me tinha dito que ia ter as portas da TVI sempre abertas para mim", rematou.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.