"Hi, I'm Anderson Cooper and this is CNN". A icónica frase, proferida pelo pivô do canal de notícias norte-americano, pode ser dita por si. Isto, claro, se preencher os requisitos pretendidos pela CNN Portugal. O canal do grupo Media Capital abriu um processo de recrutamento para encontrar pessoas para várias funções: pivô, jornalista/repórter, produtor de informação, coordenador de régie, infografista digital e gestor de redes sociais.

As candidaturas já abriram e podem ser realizadas até 31 de agosto, no site oficial da CNN Portugal. No entanto, não basta sonhar aparecer na televisão ou ser grande repórter para se poder candidatar. É necessário ter "curso superior concluído e/ou  cursos de formação profissional na área do jornalismo e da comunicação". "Todos os candidatos devem preencher a ficha de inscrição e enviar um vídeo de apresentação, com a duração de um minuto. Nesse vídeo, devem mencionar porque desejam trabalhar na CNN Portugal", pode ler-se no comunicado divulgado esta segunda-feira pela Media Capital.

O processo de recrutamento tem quatro fases (seleção inicial, entrevista, formação e decisão final). A CNN Portugal irá substituir a TVI24 na grelha de programação.

Nuno Santos à frente da CNN Portugal

Apesar de ainda não haver aval da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, será Nuno Santos a conduzir a CNN Portugal. O ainda diretor geral da TVI (que, recorde-se, entrou na estação de Queluz de Baixo em janeiro de 2020 para assumir o cargo de diretor de programas) vai ter a responsabilidade de criar a equipa da congénere portuguesa da CNN. A mudança, de acordo com a "Meios e Publicidade", deverá ser oficializada no final do mês de julho.

CNN vai lançar canal em Portugal. TVI celebra entendimento com gigante de notícias norte-americano
CNN vai lançar canal em Portugal. TVI celebra entendimento com gigante de notícias norte-americano
Ver artigo

Um processo com o qual, de resto, está familiarizado, uma vez que esteve à frente da criação da SIC Notícias, o primeiro canal de notícias português, em 2001. Há um ano, Nuno Santos ascendia ao cargo de diretor geral da TVI, semanas antes de Cristina Ferreira regressar ao canal de Queluz de Baixo e ocupar a posição de diretora de Entretenimento e Ficção.

Com esta mudança no organograma da empresa, resta saber se o cargo de diretor geral se manterá, se será ocupado por outra pessoa ou extinguido.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.