Depois da polémica que envolveu o príncipe André e Jeffrey Epstein, que morreu na prisão depois de ter sido acusado de crimes de abuso de sexual, a família real britânica vê-se agora a braços com um novo problema. É que num comunicado publicado esta quarta-feira, 8 de janeiro, Harry e Meghan Markle anunciaram a abdicação dos cargos reais e a intenção de se mudarem para os Estados Unidos.

Segundo se lê no comunicado, a decisão surge após "vários mexes de reflexão" e pela vontade de se tornarem "financeiramente independentes". No entanto, garantem continuar "a apoiar totalmente Sua Majestade, a Rainha".

Realidade Vs. Ficção. As personagens de "The Crown" e a família real britânica
Realidade Vs. Ficção. As personagens de "The Crown" e a família real britânica
Ver artigo

No entanto, aquela que parecia uma decisão aceite e de conhecimento de todos, ganhou novos contornos quando, num novo comunicado, desta vez enviado pela família real britânica, se revelava que as conversações com o príncipe Harry e Meghan Markle ainda estavam numa fase muito inicial.

"As conversações com o duque e a duquesa de Sussex encontram-se numa fase embrionária. Compreendemos o seus desejos de assumirem e tentarem uma abordagem diferente, mas estas são questões complicadas que vão demorar algum tempo até serem acertadas", pode ler-se.

Não demorou muito até que, nas redes sociais, se multiplicassem os comentários de choque ao que parecia ser um novo momento de tensão dentro da família real. E houve até quem argumentasse que "The Crown", a série da Netflix que acompanha o reinado da rainha Isabel II, tinha cada vez mais material para novas temporadas.

Mas esta teoria foi rapidamente desmentida por Suzanne Mackie, uma das produtoras executivas da série que foi contactada pela agência AP depois de "The Crown" ter chegado aos tópicos mais comentados do Twitter.

"Honestamente, seja qual for a vida que 'The Crown' acabe por ter depois do momento em que nos encontramos agora, tenho dúvidas de que alguma vez cheguemos à atualidade do reinado de Isabel II. Acho que, muito provavelmente, nunca chegaremos à atualidade", terá dito à agência, que é citado pelo jornal britânico "Independent".

"The Crown". Ex-secretário da Isabel II indignado com sugestão de relacionamento extra-conjugal
"The Crown". Ex-secretário da Isabel II indignado com sugestão de relacionamento extra-conjugal
Ver artigo

A produtora executiva aproveitou ainda para comentar a entrevista de príncipe André, onde se defendia das acusações de abuso sexual, e que diz ter tido um impacto muito forte na equipa de argumentistas da série. "Esse momento foi particularmente baixo e teve um impacto muito grande, de diversas formas, em todos os que estão envolvidos na escrita da série. Em termos de exposição pública, também não foi muito positivo", concluiu.

A próxima temporada de "The Crown" ainda não tem data de estreia mas já se sabe que vai abordar o mandato de Margaret Thatcher e vai introduzir a figura da princesa Diana.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.