De Murtosa, Ana Morina partiu além-fronteiras rumo aos Estados Unidos, com o grande objetivo de ser atriz. Depois foi para o Dubai e chega agora à casa mais vigiada do País. "Uma mulher do norte vai ter de se conter", remata a nova concorrente de 44 anos.

Quer dar voz à igualdade e emancipação da mulher. "Fui despedida apenas por ser mulher", conta. Ana Morina revela que já conviveu tanto com mulheres sem abrigo como com a família real dos Emirados Árabes Unidos, e promete lutar pela igualdade de género e de oportunidades. "No fundo, somos todos iguais".

Defende que "as mulheres têm tanto direito de ir atrás dos seus objetivos como os homens, não são obrigadas a ficarem a tomar conta dos filhos em sacrifício dos seus sonhos."​

De "canudo na mão", casou-se,  teve um filho, divorciou-se e foi aí que decidiu ir atrás do sonho de ser atriz. Na casa mais vigiada do País, promete dizer tudo o que tem para dizer, sem nunca "descer do salto" e, claro, sem "perder a classe".

Ana Morina é concorrente do "Big Brother", que estreou este domingo, 12, conduzido por Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.