Nesta altura do ano, a magia do Natal parece que está por toda a parte, e quando vimos esta casa não houve como não associar: é a casa de um dos duendes do Pai Natal e está a ser visitada por turistas porque o duende anda a trabalhar na fábrica dos brinquedos. A ideia veio-nos à cabeça, bem como a criança dentro de nós, mas a verdade é que esta casa é, na verdade, um museu que tem de visitar quando voar para o México.

O arquiteto Javier Senosiain Aguilar idealizou a Casa Orgânica com o objetivo de estar adaptada ao Homem, "de acordo com suas necessidades ambientais, físicas e psicológicas", e também com o seu passado histórico e natural, refere a descrição do projeto.

Dormir no topo da Europa é possível (mas só mesmo para quem gosta de alturas)
Dormir no topo da Europa é possível (mas só mesmo para quem gosta de alturas)
Ver artigo

Estes pormenores são visíveis logo na estrutura que parece uma mistura entre um iglô e uma caverna — tal como viviam os nossos antepassados —, cuja construção terminou em 1984.

A casa junta natureza na espécie de musgo que a cobre e a funcionalidade de que o Homem tanto gosta no interior. É exemplo disso a decoração, simples e cheia de pormenores em madeira, e o facto de tudo ter um sítio (uma maravilha também para quem odeia ter de levantar mil objetos quando é hora de aspirar).

Ainda a pensar no nosso modo de vida, a Casa Orgânica foi projetada com sala de estar, de jantar e cozinha, quartos (estes até têm closet) e casa de banho.

Mas, no fundo, o que nos faz sonhar com esta casa? Cada pormenor escondido — como a cor do chão e das paredes que tem como objetivo dar-nos a sensação de estarmos a pisar terra —, o sofá suspenso na sala, o escritório (chamado de El Estudio) no topo da casa e com vista panorâmica para Vista del Valle, no México, e o El Tiburón, um escorrega colorido que circunda a Casa Orgânica e dá acesso ao interior.

Para visitar a Casa Orgânica, deve fazer a reserva com 48 horas de antecedência através do site, no qual realiza também o pagamento — cerca de 19€ para turistas estrangeiros e 10€ para crianças. O espaço está aberto de quarta-feira a sábado e tem um limite de seis pessoas por grupo.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.