Em fevereiro do ano passado as obras começavam na Casa Vinte & Cinco, na aldeia de Penha Garcia. Um mês depois, a pandemia da COVID-19 chegou a Portugal, mas nada travou Joana Semião, de 38 anos, e Sandra Clemente, de 36, que acabaram por abrir as portas do alojamento local Casa Vinte & Cinco em novembro. É que tudo estava destinado. Até o nome.

Além de os dois apartamentos da Casa Vinte & Cinco — um no rés-do-chão e outro no 1.º andar — terem 25 metros quadrados, o número 25 corresponde a uma data especial para Joana e Sandra, que para além de serem sócias no projeto, são também um casal. A juntar a tudo isto, "calhou a casa ser o 25", diz Joana Semião, licenciada em educação de infância e básica.

Se no dia em que Sandra foi visitar a casa soubesse de todos estes sinais, talvez não teria duvidado que aqui viria a nascer o projeto que ambas querem que seja uma porta de entrada para as "maravilhas de Penha Garcia". "Quando vimos a casa, era um palheiro, estava em bruto, eu entrei lá e a Joana: 'Isto aqui dá para fazer sala, cozinha, quarto'. E eu: 'Dá?'. E ela: 'Vai dar!", conta Sandra, formada em animação cultural. E não é que deu mesmo? Em 25 metros quadrados instalaram tudo o que um apartamento deve ter, desde uma cama confortável à cozinha equipada com forno, máquina de lavar roupa e até máquina de café.

Casa da Buganvília. Ana Leal convida a ver estrelas dentro das muralhas de Óbidos
Casa da Buganvília. Ana Leal convida a ver estrelas dentro das muralhas de Óbidos
Ver artigo

Sandra ficou encarregue do logotipo do alojamento e foi Joana Semião quem fez a planta, posteriormente entregue a um arquiteto, e também quem está por detrás da idealização do projeto desde maio de 2019, da escolha de materiais, bem como da decoração, que Sandra descreve como "minimalista e muito clean", alinhada com o conceito que querem dar a este alojamento.

"O conceito da casa 25 é algo que nesta aldeia ainda não havia. Há alojamentos, mas é tudo o que há de comum: uma casa rústica, que por dentro também tem as madeiras e pedras. E nós quisemos juntar um pouco dos dois — o rústico por fora, para manter sempre a história e património da zona, mas também dar-lhe um ar moderno, como as nossas portas e janelas amarelas", refere Sandra Clemente.

As portas são o que se destaca à primeira vista desta espécie de "Extreme Makeover" em português e fora da televisão. Quer ver como a Casa Vinte & Cinco podia fazer parte do programa? Veja as fotografias do antes e depois do projeto.

A casa divide-se entre o apartamento 25, no piso superior, e o 25 A, no inferior, ambos concebidos para o mesmo estilo de férias ou escapadinha. "O nosso cliente vem, está completamente à vontade e independente. Tem uma casa só para ele completamente equipada", refere Sandra, destacando que o facto de o hóspede não estar em contacto com mais ninguém é uma mais valia nos tempos que correm.

O 25 A tem quarto, sala, cozinha e casa de banho, e o 25 sala, cozinha, quarto individual e de casal, casa de banho e uma varanda dentro de casa. O piso superior tem ainda uma vantagem à noite. "Na casa de cima, há um mezzanino, uma janela por cima da cama, que dá para o telhado, e dá para ver as estrelas, a chuva", diz Joana. Sandra lembra que o facto de a iluminação da rua estar abaixo do nível do telhado ajuda a criar uma experiência única. Já a casa 25 A tem um pequeno terraço com mesa de refeições e cadeiras para uns banho de sol.

Só tem de chegar — e não tem mais preocupações

Das duas uma: ou vai para a Casa Vinte & Cinco, em Penha Garcia, com o carro bem aviado de enlatados, massa, arroz e cogumelos para fazer as refeições durante a estadia, ou terá de percorrer cerca de 20 quilómetros para ir até ao supermercado mais próximo. Mas há uma terceira opção: pedir que Joana e Sandra façam as compras por si.

O alojamento já tem alguns dos essenciais — azeite, vinagre, sal e pimenta, por exemplo —, mas tudo que precisar pode colocar numa lista e as proprietárias tratam do resto.

"Imagine que o cliente chega a hora tardia. Aqui há minimercados que fecham às 19h. Temos uma lista com vários produtos, o cliente escolhe, e fazemos as compras por ele. Paga as taxas, as compras, mas quando chega tem tudo preparado para a estadia", explica Sandra Clemente sobre o método feito no telemóvel à distância de um clique. A taxa custa 10€. "É para a gasolina, praticamente", brinca Sandra.

Contudo, já pode contar com algumas coisas na chegada e não incluir na lista. Falamos da garrafa 2.5 Vinhos de Belmonte, do pão de Penha Garcia e do queijo caganita, que fazem parte do kit de boas-vindas (que quanto mais noites, mais produtos inclui, como enchidos e bolos típicos). O queijo já é famoso na região e é é feito na Leitaria do Largo, em Alcains.

Kit boas-vindas Casa Vinte & Cinco
Kit boas-vindas Casa Vinte & Cinco créditos: divulgação

Esta é apenas uma amostra dos produtos regionais também presentes no pequeno-almoço, que já estará à sua espera no alojamento. Pode contar com cereais, sumo, leite natural e achocolatado, fruta, marmelada, manteigas, charcutaria, café e chá. Só o pão da aldeia é que é entregue todos os dias à porta. Tirando este pequeno contacto, os hóspedes estão por conta própria, se assim o desejarem.

"Deixamos tudo para x dias de estadia. Só o pão é que deixamos à porta porque é fresco. Agora, o resto, se o cliente não nos quiser ver, não nos vê", brinca Sandra.

Pequeno-almoço Casa Vinte & Cinco
Pequeno-almoço Casa Vinte & Cinco créditos: divulgação

O local de partida para os encantos de Penha Garcia

Nem todos os alojamentos têm piscina, nem têm de ter. A Casa Vinte & Cinco é um dos exemplos. Está a pensar o que fazer durante um dia inteiro numa aldeia? Damos algumas sugestões: um passeio de bicicleta (disponibilizadas gratuitamente), um passeio pela barragem de Penha Garcia, no concelho de Idanha-a-Nova, numa canoa insuflável alugada, um escape room no alojamento ou uma experiência através de qualquer umas das parceiras do alojamento.

Quer um dia só para relaxar? Há um pacote de alojamento e tratamento termal nas Termas de Monfortinho, com massagem de cacau, desde 86€. Um dia de novas experiências? Alojamento e passeio nos cavalos do Clube Equestre Rancho das Casinhas fica a cerca de 80€. E recordações para pendurar na parede? Depois de se arranjar no alojamento, pode ter uma sessão fotográfica de uma hora com o estúdio Luz&Cor, a partir de 140€.

Desertas Beach and Sport. O alojamento que deve o nome a um navio naufragado da I Guerra Mundial
Desertas Beach and Sport. O alojamento que deve o nome a um navio naufragado da I Guerra Mundial
Ver artigo

Fora tudo isto, pode ainda explorar a história, tradições e lendas da região com a Porta Raiana ou andar em visita guiada pela natureza do primeiro geoparque português inserido nas Redes Europeia e Global da UNESCO com a Geopark Naturtejo. Outros pontos obrigatórios são o Castelo de Penha Garcia e a praia Fluvial do Pego.

Um bocadinho do que vai viver durante a estadia pode ser levado para casa. O alojamento local tem uma loja, da qual faz parte a célebre Marafona (5€), tradicional em Monsanto, na Beira Baixa, feita pela D. Antónia Oliveira. Como recordação, também pode levar uma T-shirt com paisagens da região fotografas pelas responsáveis do alojamento.

T-Shirts e Marafonas
T-Shirts e Marafonas créditos: divulgação

Uma noite para duas pessoas custa 80€ na casa 25 e 85€ na casa 25 A, com pequeno-almoço incluído. Joana lembra que até ao fim do mês de maio está a decorrer uma campanha solidária: 10% do valor das reservas é revertido em alimentos e bens essenciais para pessoas em situação de carência devido ao impacto da pandemia da COVID-19. Também durante este mês, profissionais da área da cultura beneficiam de 10% de desconto na estadia.

Casa Vinte & Cinco

Localização: Rua dos Quintais 25, 6060-369 Penha Garcia
Reservas: casa25.alojamento@gmail.com/ (+351) 925 717 216

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.