No sudoeste alentejano, instalou-se em 2014 uma boutique guest house que oferece uma estreita "ligação com a natureza pura" combinada com um "acompanhamento personalizado", descreve a proprietária Berny Serrão, fundadora e proprietária, à MAGG. A natureza é ponto assente que não passa ao lado de qualquer um dos dez quartos ou dos bungalows de madeira instalados na propriedade com oito hectares e é também o cenário para as experiências únicas de bem-estar do Paraíso Escondido, em São Teotónio, Odemira.

Paraíso Escondido — sim, é mesmo o nome deste espaço que tem estado literalmente escondido dos nossos olhares desatentos — tem spa, estúdio de ioga panorâmico, (disponível atualmente para aulas privadas) e piscina exterior. Contudo, as opções para relaxar vão ainda mais além.

Neste lugar é possível participar, por exemplo, numa das aulas de pintura dadas por Berny Serrão, fundadora e proprietária. "É ligado à meditação. Às vezes, as pessoas têm dificuldade em meditar e o que eu faço é mais para relaxamento da mente", revela Berny. "Fazemos uma caminhada pelo terreno para acordar os sentidos e, quando estão completamente despertos, vamos pintar qualquer coisa ou desenhar", explica. Além desta experiência, o Paraíso Escondido oferece aulas de ioga e qigong (exercício de cultivo da energia, originário da China).

Além disso, este é também o palco de vários retiros privados, refletindo mais uma vez a intenção da boutique guest house em promover o bem-estar, tirando todo o proveito da localização em pleno Alentejo.

Quando o tempo melhorar, Berny avança à MAGG que já está a ser planeada uma experiência romântica realizada em cima de um deck de ioga ao ar livre. "Dá para as pessoas reservarem para uma experiência tipo marroquina, com tapetes, e é uma experiência com vinho e uma tábua de queijos. É a dois, para estarem debaixo do céu alentejano e das estrelas", refere a responsável do alojamento. Custa 70€ e inclui água, pão, vinho e a tábua de queijos.

Quanto à estadia do Paraíso Escondido, cada tipologia tem nome de chá, que tanto pode ser a calmante camomila, em forma de bungalow com tons terra e uma ampla varanda para admirar a natureza do Alentejo, ou a verbena, planta que originalmente tem propriedades que ajudam a reduzir a ansiedade — e neste alojamento, a ansiedade é diminuida através dos tons violeta, da lareira  nos dias frios e de uma vista singular para o lago da herdade.

Neste alojamento os hóspedes são teletransportados para um cenário "jurássico" — com banho aquecido a lenha
Neste alojamento os hóspedes são teletransportados para um cenário "jurássico" — com banho aquecido a lenha
Ver artigo

Os quartos e bungalows são o complemento da tranquilidade que se vive em toda a parte da propriedade, oferecendo vistas únicas. "Praticamente todos os quartos têm vista, só que uns têm uma completamente aberta, 180 graus, e outros uma vista mais fechada. Uns para horta, outros para jardim", refere Berny. A decoração reflete as viagens pelo mundo que Berny e Glenn, o marido e também proprietário, já fizeram, incluindo as suas suas origens moçambicanas.

O pequeno-almoço, incluído no preço, é a primeira de várias refeições assentes em ingredientes biológicos e de comércio justo que "está acima até do biológico", diz a proprietária. "Para mim, a exploração do ser humano é do pior que existe". Na primeira refeição do dia que, descreve Berny, "é quase um brunch" de tão completo, vai então poder encontrar ovos biológicos "de galinhas felizes", queijo fresco, granola com iogurte e pão caseiro. "O pão é cozido por nós todas as manhãs e é a tentação de todos. Às vezes deixam tudo, mas o pão não deixam nem uma migalha", brinca.

Para barrar o pão, terá compotas sem conservantes e corantes, com "mais fruta do que açúcar", produzidas através de um projeto chamado Alma da Nossa Gente. "Esta entidade tem vários produtos, como compotas, azeite e mel. É um projeto de solidariedade que tenta que as pessoas estejam ocupadas em comunidade", explica Berny, referindo-se ao facto de o concelho de Odemira estar sinalizado como um dos que tem taxas de suicídio mais elevadas em Portugal, de acordo com os últimos dados de 2017. "Todas as pessoas que nos rodeiam aqui têm uma pessoa na família que já se suicidou".

O Paraíso Escondido já nasceu com foco na sustentabilidade, não sendo por isso fruto de uma tendência. "Quando se faz um projeto de sustentabilidade, é a longo prazo. Porque estamos aqui há 20 anos e aos poucos e poucos é que temos estado a plantar essa semente", explica Berny. Desde então, floresceu o aproveitamento da energia solar para aquecer a água, a transição para lâmpadas LED para reduzir o consumo de energia, produtos de banho ecológicos não testados em animais ou a reciclagem da água da chuva que cai no lago da herdade, usada para regar a horta biológica.

Com uma horta à mão, a cozinha do restaurante com pratos vegetarianos não podia usar outros legumes senão os que ali são produzidos. Ao jantar, há um menu completo com entrada, três pratos e sobremesa (35€ por pessoa, com água, chá e café incluídos) e ao almoço a ementa varia, não por dias, mas por hóspede. "Há sempre alguma coisa que alguém não gosta", diz Berny. "Se forem uns espanhóis, mais conservadores, eu faço uma ementa menos aventureira. Depois da primeira noite, e de conversar com eles, já faço uma ementa mais arrojada. Mas é tudo com muito cuidado. Por isso é que não tenho uma ementa, depende do gosto de quem vou ter", explica.

Fora destas refeições, terá ainda há disposição um "bar honesto", onde poderá fazer servir-se de um gin ou um cocktail ao seu gosto e o custo será pago depois.

A estadia começa nos 145€ quarto duplo em época baixa.

Paraíso Escondido

Localização: Casa Nova da Cruz, São Teotônio, Odemira 7630-568 Portugal
Reservas: 912 470 206 ou info@paraisoescondido.pt

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.