A Associação Portuguesa de Jardins Históricos (AJH) lançou esta quarta-feira, 12 de maio, não uma, mas 12 novidades. São as experiências pelos jardins históricos de Portugal que se fazem acompanhar de estadia, prova de vinhos e produtos gastronómicos desde o Douro, passando Minho e Dão, até Coimbra.

As 12 Garden Experiences reúnem um total de 29 jardins. Entre a flora há lagos e jogos de água, grutas e miradouros. São exemplos o emblemático Parque das Pedras Salgadas, a Mata de Vale Abraão, o Jardim Botânico do Porto, a Quinta da Aveleda, ou a Casa de Mateus.

Há um novo percurso pedonal para percorrer no Alentejo entre um vale rico em fauna e flora
Há um novo percurso pedonal para percorrer no Alentejo entre um vale rico em fauna e flora
Ver artigo

Qualquer uma das novas experiências deve ser reservada junto das agências de viagens que estão responsáveis pela venda dos packs, a ClubTour, e a TravelTailor, que tratam também de juntar à visita os sabores portugueses que tão bem conhecemos, adaptados a cada região.

Conheça algumas das 12 experiências lançadas pela AJH que proporcionam uma viagem pelos os recantos verdes de Portugal que contam histórias de famílias nobres e de amores proibidos. Os preços começam nos 55€ e vão até aos 1.703€. A reserva é feita no site das agências de viagens e os pacotes estão disponíveis até ao final do ano.

Jardins de Basto

Casa do Campo
Casa do Campo créditos: divulgação

Um dos mais simples passeios, mas um dos que proporciona de forma igual a oportunidade de ficar imerso na natureza dos jardins portugueses, é o percurso pelos jardins das terras de Basto, que são um símbolo de conservação e inovação graças às irmãs Pinto Basto.

Nesta experiência vai ser guiado pela Quinta do Prado e pela Casa do Campo, sendo que nesta última tem lugar o almoço com os sabores da região, como o pica no chão e o vinho verde a acompanhar. A visita termina no renovado Mosteiro de São Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto.

Jardins, Douro e vinhos

Quinta da Aveleda
Quinta da Aveleda créditos: divulgação

É caso para dizer que não há melhor combinação. Tudo começa na Quinta da Aveleda, onde terá lugar uma prova de vinhos harmonizada com queijos. Este é o ponto de partida para uma experiência de dois dias por cinco jardins históricos. Vai ainda passar pela Casa dos Viscondes da Várzea, desta vez para visitar os 150 hectares com séculos de história e fazer uma prova de três vinhos, azeite e pão. No dia seguinte, segue-se uma visita aos jardins e mata da Quinta de Vale Abraão e o remate final acontece na Casa de Mateus, para recuar no tempo do património histórico e natural que aqui se encontram.

Jardins do Dão

Dão
Dão créditos: divulgação

Pode ficar apenas um, mas porque não escolher o pack de dois dias para andar pelos jardins do Dão? Esta experiência tem início na Casa dos Condes de Santar e Magalhães com uma prova de vinhos acompanhada de queijo Serra da Estrela e depois de uma volta ao jardim para trazer de volta a fome, segue-se um almoço de degustação no Paço dos Cunhas.

Para fazer a digestão, os visitantes são levados a conhecer os jardins em Santar Vila Jardim. Se ficar para o segundo dia da experiência nos Jardins do Dão, ainda dará um saltinho à Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo. Uma vez no Dão, termine com um jantar vínico.

Douro Premium

Casa de Mateus
Casa de Mateus créditos: divulgação

Num só programa estão duas experiências. Ambas passam por provas de vinhos, almoço e visita guiada aos jardins da Casa de Mateus, e por visitas guiadas aos jardins e mata da Quinta de Vale Abraão e aos jardins da Casa dos Viscondes da Várzea. A diferença está no local onde vai descansar dos quilómetros feitos: em casa ou numa das unidades à escolha (que não é nada fácil, adiantamos já). Six Senses ou o Hotel Rural Casa dos Viscondes da Várzea são as opções. Acreditamos que em casa é que não vai ficar.

Ribeira Lima

Paço de Vitorino
Paço de Vitorino créditos: divulgação

Por esta altura, deve estar a pensar se os passeios pelos jardins históricos de Portugal não serão mais um passeio para levar para casa as histórias do que comeu e do que ficou por provar. Mas o que há melhor no turismo do que aliar passeios com vinhos e produtos portugueses?

Mais uma vez, tudo isto poderá encontrar no caso da Ribeira Lima, que junta duas opções à experiência: pode optar por almoçar no Paço de Calheiros ou Paço de Vitorino. Tudo o resto está definido, facilitando a vida aos indecisos.

Vai poder conhecer o Mosteiro de Refóios do Lima, os jardins do Paço de Calheiros e, na Ribeira Lima, o jardim dos Simples e da Alameda dos Plátanos. Tudo termina, mais uma vez nuns jardins repletos de história: os da Casa de Nossa Senhora d’Aurora.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.