Há casamentos que ficaram por realizar ao longo de 2020 e 2021 e pedidos que nem chegaram a acontecer, em parte devido ao risco de as fronteiras fecharem e o anel não chegar a sair de casa, nem o joelho tocar no chão. Sim, isto ainda se faz. Aconteceu com um casal numa das viagens organizadas pela Honeymooners, agência criada por Joana Salgueiro e André Santos a 7 maio de 2021.

"O pedido aconteceu na Grécia e foi uma ideia que tive para pedir a Joana, que acabou por não se concretizar porque descobriu o anel e eu disse 'também não vou pedir na Grécia'", começa por contar André Santos à MAGG.

A ideia acabou por não acontecer para Joana e André mas sim para um casal que os contratou. "Contratámos uma pessoa para fazer um retrato em Oia, Santorini. Programámos tudo com o casal. Sabíamos que iam estar no pôr do sol em Oia àquela hora e que uma artista de rua ia convidá-los para fazer o retrato, neste caso da namorada. A namorada até ficou reticente, porque não queria fazer aquilo. Mas fez e no final o namorado foi ter com a artista e disse: 'Olha vê como ficou'. O resultado é ele de joelhos a pedi-la em casamento, a dizer 'will you marry me? [casas comigo, em português]' e com as casas de Santorini retratadas. Acabou por ficar ali também uma recordação para a vida do casal".

Situações como esta podem ser organizadas com a ajuda dos Honeymooners, a agência composta pelo casal que ficou famoso no Instagram pelas sessões fotográficas vestidos de noivos pelo mundo e a equipa que se juntou a eles e para quem não há impossíveis.

"Não gosto muito da palavra impossível. Acho que, se tivermos gosto por aquilo que fazemos e prazer em ver a felicidade dos outros, nem se pode pôr em causa o impossível", refere André Santos.

Impossíveis não é mesmo com o casal da Honeymooners

Joana Salgueiro e André Santos, ambos com 30 anos, começaram a namorar em 2005, aos 14 anos, e em 2008 fizeram a primeira viagem juntos, a Londres, na altura ainda em contexto escolar. O bichinho ficou e daí passaram para o mundo. Até casarem, em 2016, já tinham visitado 24 países. Mas desengane-se se pensa que este foi o principal feito do casal.

"Eu e a Joana fomos o primeiro casal ocidental a fazer uma sessão de noivos no Taj Mahal, no grande monumento ao amor. A partir daí, mais ninguém andou de vestido de noiva no Taj Mahal. Nem sei como é que conseguimos", refere.

A ideia de fazer sessões de fotografias vestidos de noivos pelo mundo fora surgiu aquando a criação do blogue Honeymooners, inspirados na lua de mel que tiveram nas Seychelles, e como forma de se diferenciarem. Do blogue, passaram para o sucesso nas redes sociais e depois para a agência de viagens — com programas dedicados a pedidos de casamento e luas de mel, tours e team buildings — que espelha as experiências vividas por Joana e André e o amor de ambos, essencial quando no meio de tudo isto lhes foi colocado um desafio.

Em 2019, Joana foi diagnosticada com um linfoma de Hodgkin, jornada que foi sendo partilhada com os seguidores desde o momento em que anunciaram o que se passava até àquele em que puderam matar saudades do "cheiro dos corredores do hotel".

A batalha terminou em 2020 com uma sessão simbólica no IPO do Porto, com ambos vestidos de noivos, e o desafio trouxe apenas mais motivação para concretizar os projetos próprios e os sonhos dos demais. "O facto de termos passado pelo cancro deu-nos uma energia de fazermos acontecer as coisas que nos fazem felizes, porque realmente só passamos pela vida uma vez", diz André à MAGG.

A força que têm e a inspiração que transmitem através das fotos de Instagram podem também ser vividas por outros casais em 2022 através das viagens românticas organizadas pela Honeymooners. Segundo André, algumas tendências do ano passado vão manter-se (à semelhança das viagens sem o propósito de ouvir um "sim").

Pedir em casamento, ir de lua de mel ou celebrar o amor: as tendências para 2022

Para quem ainda tem o anel dentro da caixa à espera do momento ideal, pode acabar com a incerteza e marcar já uma viagem. Os destinos "serão sempre os mais paradisíacos, como as Maldivas", de acordo com André Santos, mas há quem procure outros locais exóticos. "Temos muitos casais que já fizeram pedidos nas Seychelles. Depois temos também a parte das Caraíbas, mas as Caraíbas diferentes, exclusivas. As Bahamas, Aruba e Curaçau", acrescenta.

Quanto a luas de mel, o destino que, segundo André Santos, vai ser mais requisitado são, sem surpresa, as Maldivas.

Parece que este ano as ilhas situadas no oceano Índico podem ser menos paradisíacas devido à grande afluência e para evitar isso o agente de viagens da Honeymooners destaca outro destino que tem a dose de romantismo ideal para uma lua de mel.

"Há três destinos que acho que se vão destacar muito: Seychelles para o segmento alto, Maurícias para o segmento médio, e depois, visto que a Ásia está ainda muito fechada ao turismo, há um destino que acho que vai ficar tendência em 2022: o Sri Lanka", refere André.

À lista de tendências, mais para celebrar o amor próprio ao viajar sozinho numa tour, André acrescenta o Egipto. Apesar de para este destino a Honeymooners focar-se nos tours, mesmo em grupo é possível ter uma experiência romântica. Já aconteceu com um casal que viajou de lua de mel no grupo e a quem a agência de viagens proporcionou um jantar romântico no Cairo e um passeio de balão (como os conhecidos da Capadócia), realizado em Luxor.

Em curso está ainda um tour para a Jordânia, que em vez de focada nos mochileiros, terá o cunho da Honeymooners, sempre a pensar em experiências de sonho. "Vamos dormir num deserto com glamping, as pessoas vão poder flutuar no mar Morto e fazer banhos de lama muito bons para a saúde. Ou seja, tentamos sempre dar o nosso cunho diferente às viagens", afirma André.

Quanto a valores, vão sempre depender do destino e dos pedidos especiais para a viagem. Como exemplo relativo a um tour, uma ida ao Egipto fica a cerca de 1.500€ por pessoa.

Para pedir alguém em casamento, ir em lua de mel, a propósito das bodas de casamento ou em grupo, basta contactar a agência Honeymooners.

Honeymooners

E-mail: viagens@honeymooners.pt
Contacto: +351 967 3000 52
Online: site e Instagram 

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.