Há coisas que não se explicam, apenas se comem com o maior prazer dentro de uma piscina e nunca sem antes tirar uma fotografia. É assim que funciona a nova moda, os pequenos-almoços flutuantes, que já estão um pouco por todo o mundo. É um misto entre um brunch e uma daquelas bóias em forma de flamingo para segurar os cocktails dentro da piscina que fizeram furor o ano passado, mas estes têm mais glamour.

Existem até páginas de Instagram inteiramente dedicadas a mostrar os pequenos-almoços flutuantes, em particular uma que mostra apenas os que flutuam na ilha de Phuket, a maior da Tailândia — e percebe-se porquê. Há melhor cenário do que uma ilha paradisíaca para comer uma bandeja repleta de comida dentro de uma piscina?

Piscinas, brunches ou passeios. 20 coisas para fazer em Lisboa se vai passar as férias em casa
Piscinas, brunches ou passeios. 20 coisas para fazer em Lisboa se vai passar as férias em casa
Ver artigo

Conhecemos a Tailândia pelos noodles, pelo caril verde, arroz frito e pad thai, mas pouco sabemos sobre aquilo que se come ao pequeno-almoço. Na prática não foge muito ao que enumerámos (os tailandeses começam a manhã com noodles e café ou chá), mas não os turistas que vão para hotéis de Phuket. As bandejas flutuantes também andam por Bali, na Indonésia, destino de onde todos regressam de alma lavada e agora também de estômago confortado.

No fim do pequeno-almoço flutuante estar tomado, é bem provável que fiquem a flutuar migalhas (mas isso já são pormenores). Tudo pela fotografia de Instagram e pela fome, que só de ver estas 17 imagens já se faz sentir.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.