Não há aviões nem coragem para ir muito longe. E, por isso, anda tudo louco por encontrar uma casa no meio do nada, uma montanha, um rio ou uma praia deserta onde possa rebolar à vontade sem medo de contágio. É que depois de meses entre quatro paredes, tudo vale para ter aquela sensação de liberdade — e segurança.

E se os portugueses já eram fãs de férias em autocaravana, as novas regras ditam o sucesso garantido desta forma de viajar. A Indie Campers, empresa portuguesa líder no aluguer de autocaravanas a nível europeu, registou, desde o início de Junho, um aumento de 470% nas reservas domésticas de portugueses face ao mesmo período do ano passado. E este aluguer é feito, maioritariamente por portugueses, numa percentagem que cresceu de 15% em 2019 para 65% este ano.

Agora, preparem-se, é que uma semana dentro de uma autocaravana em nada se assemelha com uma estadia num hotel, nem sequer num hostel. Não há camas king size, nem banhos demorados. As refeições são feitas em espaços pequenos e as idas à casa de banho podem ser uma aventura. Em troca, tem a liberdade de viajar e parar onde quiser (ainda que existam regras a cumprir, já lá vamos).

Mas para que os principiantes não façam desta primeira viagem uma daquelas a não repetir, falámos com a Indie Campers e com os Mochileiros  — Carolina e Pedro, um casal habituado a estas lides — para saber todas as dicas que façam desta viagem um sucesso, daquelas de ficar com vontade de repetir, com ou sem vírus no ar.

1. Conheça a autocaravana na qual vai viajar.

Antes de se fazer à estrada, é muito importante esclarecer todas as dúvidas sobre o funcionamento do veículo. É a melhor forma de se precaver antes de sair de casa. Ver se tem sanita e chuveiro é essencial, assim como se está preparado com kit de cozinha ou lençóis e edredon. Na Indie Campers, esses são extras que pode acrescentar à sua reserva.

Uma autocaravana, tenda tipi e até um autocarro — 7 formas alternativas para fazer férias
Uma autocaravana, tenda tipi e até um autocarro — 7 formas alternativas para fazer férias
Ver artigo

2. Planeie um roteiro.

É certo que a ideia de ir sem rumo é boa, mas há que ter o mínimo de planeamento. Assim, além de não lhe escapar o essencial, há sempre forma de saber qual o melhor sítio para dormir, ou apenas para abastecer o depósito.

3. Estacione e faça despejos apenas em locais permitidos.

Para além de o estacionamento, a dormida ou o despejo de resíduos em locais proibidos para o efeito serem ações passíveis de coima, uma regra para autocaravanismo saudável é a de recorrer sempre a áreas reservadas para autocaravanas ou parques de campismo. Existem websites e aplicações, como a Park4Night ou a CamperContact, que indicam milhares de
sugestões para estacionamento e dormida, e avisam quais são aquelas nas quais é legal estacionar, pernoitar e despejar resíduos.

"Na costa, junto a praias, a fiscalização por parte das autoridades está muito aperta portanto não aconselhamos a pernoita nessas zonas", acrescentam Carolina e Pedro, que são fãs das aplicações para descobrirem novos sítios para dormir. E avisam: "Não pernoitem junto às praias. Escolham um lugar mais para dentro e depois deslocam-se até lá pela manhã, tal como nós fazemos. A multa é pesada".

4. Faça uma lista com o que necessita de levar.

Aponte: repelente de insetos. Esta é uma dica dos Mochileiros, habituados a dormir no meio da natureza.

Mas este casal lembra ainda a importância de levar um chuveiro solar, caso a autocaravana não tenha um. E ainda lanternas, mesa e cadeiras para poder sentar-se no exterior e sacos do lixo biodegradáveis "para apanhar todo o lixo que encontrem."

Faça uma viagem de autocaravana pela Route 66 portuguesa desde 49€
Faça uma viagem de autocaravana pela Route 66 portuguesa desde 49€
Ver artigo

5. Planeie refeições

Com uma área bem restrita, a cozinha tem que ser funcional. O espaço no frigorífico é pouco e, normalmente, têm apenas um ou dois bicos de fogão para os cozinhados.

É por isso que os Mochileiros aconselham a ir às compras regularmente, mas em pouca quantidade. "Optamos por cozinhar coisas leves e práticas", explicam. Saladas, noodles, massas frescas e café instantâneo são grandes aliados.

6. Banhos e sanita: um trabalho duro, mas que tem que ser feito

A autocaravana de Carolina e Pedro tem um depósito de 50 litros, que serve apenas para a banca, onde lavam dentes e a louça. Para os banhos, têm um chuveiro solar de oito litros.

"Fazemos o abastecimento de águas em vários locais", contam, tais como áreas de serviço de autocaravanas ou bombas de gasolina. "Por vezes pedimos às pessoas que estão a regar os jardins", referem ainda.

As descargas são sempre feitas nos locais apropriados para o efeito, como áreas de serviço de autocaravanas, bombas de gasolina e alguns hipermercados.

Os autores da página que conta já com quase 34 mil seguidores, querem que o caravanismo seja respeitado, para que todos possam tirar o maior partido da prática. E, por isso, pedem: "Se virem alguém a cometer ilegalidades, façam-nos ver que não está correcto. É que por uns pagamos todos".

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.