Flossie vive em Kent, no sudeste da capital do Reino Unido, Londres. Tem 26 anos e vivia numa colónia de gatos abandonados perto de um hospital. No entanto, agora já a cargo de Vicki Green, a sua nova dona, conquistou, esta quarta-feira, 23 de novembro, o título de gata mais velha do mundo, pelo Guinness World Records.

O felino nasceu em 1995 e foi resgatado das imediações do hospital por onde vagueava por uma mulher com quem viveu durante 10 anos. A sua dona morreu, tendo a gata sido acolhida pela irmã desta, com quem ficou durante mais 14 anos, até a história ter o mesmo desfecho. Depois, entrou na vida de Vicki Green.

Funcionários de aeroporto descobrem um gato vivo dentro de uma mala de viagem
Funcionários de aeroporto descobrem um gato vivo dentro de uma mala de viagem
Ver artigo

"Eu sabia, desde início, que a Flossie era uma gata especial", disse Vicki, citada pela "BBC News". Isto porque, quando lhe chegou através da Cats Protection, uma instituição do Reino Unido que visa resgatar e realojar os felinos, a gata apresentava uma deficiência visual e era surda, mas nem por isso era menos afetuosa ou brincalhona.

"Nunca imaginei que iria dividir a minha casa com um detentor do título do Guinness World Records", brincou Vicki, citada pela mesma publicação. É que, ainda que, teoricamente, tenha 26 anos, a entidade que lhe concedeu o título ainda fez questão de frisar que esta idade é equivalente a 120 anos de um humano.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.