O dono de Oliver, um cão salsicha, já não queria mais o animal e decidiu levá-lo para um abrigo em Boksburf, na África do Sul. Contudo, levou-o, estando ele esquelético, num balde ferrugento cheio de óleo de motor para carros. Depois de um veterinário lhe fazer um exame rápido, percebeu que o cão nunca tinha recebido cuidados nem carinho.

Esta tartaruga nasceu antes de o telefone ser inventado e continua viva. Não vai acreditar na idade dela
Esta tartaruga nasceu antes de o telefone ser inventado e continua viva. Não vai acreditar na idade dela
Ver artigo

“É a coisa mais lamentável que vimos em muito tempo. Oliver chegou num balde sujo cheio de óleo. Tinha uma infeção ocular e ainda está muito anémico. O pequeno e frágil corpo de Oliver já passou por muito. O seu espírito estava completamente desfeito”, escreveu o abrigo numa publicação do Facebook, acrescentando que o dono do cão, que disse que o animal estava doente há muito tempo, saiu do estabelecimento após ter sido repreendido pelos funcionários.

Apesar da sua condição, quando o tiraram do balde e viram que Oliver ainda conseguia caminhar, as pessoas do abrigo perceberam que havia esperança. Várias pessoas enviaram donativos e o animal foi tratado numa clínica veterinária.

Oliver
créditos: Facebook

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.