Infetado com o novo coronavírus, Cristiano Ronaldo está em isolamento na Cidade do Futebol, em Caxias, onde deve permanecer nos próximos 14 dias. O capitão da seleção nacional testou positivo esta terça-feira, 13 de outubro, nas análises obrigatórias a que todos os jogadores são submetidos nos estágios.

Ronaldo está assintomático e visivelmente bem disposto, e até assistiu ao treino dos companheiros para o jogo desta quarta-feira, contra a Suécia, da varanda do seu quarto nas instalações da Federação Portuguesa de Futebol. "Só diz é que quer jogar, ele está bem", disse Fernando Santos, selecionador nacional, em conferência de imprensa. "Nem ele percebe muito bem o que é que lhe aconteceu."

Infetado com COVID-19, Cristiano Ronaldo já está em isolamento e não apresenta sintomas
Infetado com COVID-19, Cristiano Ronaldo já está em isolamento e não apresenta sintomas
Ver artigo

O treinador acrescentou ainda que o resultado positivo de Cristiano Ronaldo não é sinónimo de qualquer incumprimento das regras de segurança no estágio da seleção. "Desde segunda-feira que estamos aqui completamente confinados. O staff e jogadores entraram e não entrou mais ninguém. Não há ninguém de fora a entrar. No primeiro estágio não tivemos problemas, mas aqui aconteceu e não foi pelo não cumprimento das regras. Não foi aqui que o vírus atacou. As coisas são assim."

Em oito dias, já foram feitas oito rondas de testes a todos os jogadores. José Fonte foi o primeiro elemento da seleção a testar positivo à COVID-19, seguiu-se Anthony Lopes, e agora Cristiano Ronaldo. "Os jogadores têm-se preocupado em manter as regras de segurança. Todos os dias fomos testados, por isso, obviamente, isso é que nos deixa o sabor de que tudo fizemos e aconteceu. Infelizmente, ninguém sabe bem o que é esta questão. Eu não percebi. Saímos, autocarro, aeroporto... Tudo o que são as regras da DGS, temos cumprido à risca. Quando acontece algo muito comum é normal que se fale, que se comente. Toda a gente manteve o teste negativo, infelizmente o Cristiano manteve o dele positivo", afirmou Fernando Santos.

O capitão e jogador da Juventus deverá cumprir o isolamento de 14 dias na Cidade do Futebol, e há esperança que consiga regressar aos jogos já dia 28 de outubro, na partida entre a equipa italiana e o Barcelona, a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões. No entanto, para isso acontecer, Ronaldo tem de ter um teste negativo até sete dias antes do jogo, ou seja, até 21 de outubro.

Assim que a notícia de que Cristiano Ronaldo estava infetado com o novo coronavírus se tornou pública, sentiu-se uma quebra nas ações da Juventus. Depois de dois testes positivos, o capitão da seleção está a aguardar os resultados de um terceiro teste.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.