A influenciadora digital Maja Janeska, 39 anos, com mais de 1,2 milhões de seguidores no Instagram, foi encontrada morta com um tiro na cabeça na cama da sua casa. O namorado, o magnata dos cigarros Kyle Phillips, estava nesse momento a lavar os dentes na casa de banho quando ouviu o tiro. Dirigiu-se à cama e encontrou a namorada morta, de acordo com o que contou às autoridades. Só que a polícia não está totalmente convencida com esta história, que tem como única explicação o suicídio. Isto porque nada apontava para que isso pudesse acontecer, não havia nenhum indício, sinal ou situação que levasse a que Maja Janeska pudesse querer matar-se. Kyle Phillips ainda não é oficialmente suspeito, mas poderá vir a ser constituído arguido nos próximos dias.

Maja Janeska foi encontrada morte
Maja Janeska foi encontrada morte "em circunstâncias misteriosas", dizem os familiares

O drama aconteceu na casa de família de Maja e Kyle, em Joanesburgo, na África do Sul. As autoridades foram chamadas à mansão luxuosa do casal a 2 de dezembro à noite. "Ao chegar ao endereço dado, a polícia encontrou uma mulher no quarto com um ferimento de bala na cabeça. Havia uma arma de fogo ao seu lado. A mulher foi dada como morta no local pelos paramédicos", confirmou o porta-voz da polícia de Joanesburgo, Mavela Masondo.

Influencer junta 170 mil euros e dá-os a uma idosa para ela deixar o emprego no supermercado e reformar-se
Influencer junta 170 mil euros e dá-os a uma idosa para ela deixar o emprego no supermercado e reformar-se
Ver artigo

Embora numa primeira fase a polícia não tenha olhado para o caso como um crime, mas sim como um suicídio, há, agora, informações novas que podem levar a investigação para outro lado. Familiares de Maja, citados pelo jornal "News24", garantem que a morte ocorreu "em circunstâncias muito misteriosas". Isto porque, e de acordo com um familiar, Maja dizia que "por vezes temia pela sua vida". Em todo o caso, nunca a ouviram falar de suicídio, manifestar desejos de terminar com a vida, nada do género. "O namorado dela tinha homens a trabalhar para ele, e ela também os temia. Estamos com o coração partido, e não sabemos seriamente o que fazer", desabafou o mesmo familiar.

Igualmente pouco convencido da tese de suicídio está uma amigo próximo de Maja, Iva Ristic. "Falei com ela na quinta-feira [1 de dezembro, véspera da morte]. Ela tinha acabado de regressar de uma viagem diplomática à Macedónia. Era uma mulher tão bela, cheia de vida, muito talentosa e ambiciosa. Ela amava a vida, e eu não percebo porque é que alguém a magoaria de alguma forma. Ela não era suicida. Ela não era esse tipo de pessoa", disse ao mesmo jornal sul-africano.

Maja Janeska nasceu na Macedónia do Norte mas mudou-se para a Tanzânia com apenas 19 anos, para trabalhar num hotel. Foi aí que aprendeu a falar suaíli e começou uma carreira como maquilhadora. Em 2012, criou uma página de YouTube e angariou mais de 1 milhão de seguidores graças às dicas de maquilhagem. Criou depois uma página de Instagram e uma academia de make up artists, que atuava em Joanesburgo.

No seu último post no Instagram, a 22 de Novembro, Maja posou com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Macedónia do Norte, Bujar Osman.

A polícia está a investigar toda a envolvência da morte da influenciadora e make up artist.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.