O seu telemóvel deixou de funcionar e ainda acredita que o equipamento vai ressuscitar, por isso, guarda-o na gaveta? Saiba que pode (e deve) reciclá-lo corretamente. Em cada casa europeia existem em média 13 pequenos aparelhos eléctricos que não são usados, mas apenas quatro destes estão estragados, segundo um estudo do WEEE Forum (Associação Internacional de Organização da Responsabilidade de Produtores de Resíduos Eletrónicos). O estudo integra o Dia Internacional dos Resíduos Elétricos que se comemora esta sexta-feira, 14, para alertar para o problema da acumulação de equipamentos elétricos usados.

“Recycle it all, no matter how small”, é o lema deste ano, dedicado aos pequenos equipamentos, incluindo as câmaras de filmar, ferros de engomar, escovas de dentes elétricas e até ventiladores. Mas são os telemóveis que ocupam um lugar de destaque, sendo os equipamentos que os portugueses acumulam mais nas suas casas. As estimativas apontam para que estejam em utilização cerca de 16 mil milhões de telemóveis em todo o mundo e mais de 5000 telemóveis vão parar ao lixo este ano, segundo o Público.

Os motivos para esta acumulação? A maioria dos portugueses respondeu que guarda os equipamentos porque acredita que irão utilizá-los num futuro próximo (52%). Por outro lado, há quem pretenda vender esses equipamentos, mas ainda não tomou a iniciativa de o fazer (17%). Já outros entrevistados revelam que alguns aparelhos elétricos são acumulados nas gavetas por questões de apego e valor sentimental associado (11%). E ainda há quem os use para fazer parte de uma nova vida numa casa de férias (6%) ou para outras opções, como o aluguer (5%). 

Cerca de 8% destes aparelhos elétricos têm como fim o lixo indiferenciado. O resultado? Perda de muitos materiais importantes para a construção de novos equipamentos. 

Como pode reciclar estes pequenos aparelhos elétricos? 

No estudo “WEEE Flows Toolkist Portugal 2022” que teve como base 1041 entrevistas telefónicas, a maioria dos portugueses garante que coloca os pequenos equipamentos elétricos fora de uso em locais de reciclagem e apenas 10% admitiu que o lixo da habitação era o destino. 

Tem a intenção de reciclar, mas não sabe como fazê-lo? Agarre nos velhos Nokia e naquela torradeira que avariou há um ano e vá este domingo, 16 de outubro, até Belém, à Praça da Guitarra. A rede Eletrão desenvolveu uma instalação de equipamentos elétricos que pode ser observada na frente ribeirinha de Lisboa e pode trazer os seus equipamentos e reciclá-los no local. Vai encontrar grandes equipamentos, como frigoríficos, máquinas de lavar, etc, e também pequenos, entre eles, os telemóveis, computadores, torradeiras e máquinas de café. Ao todo são mais de 200 equipamentos.

reciclar
Instalação da Rede Electrão feita em Belém e onde pode reciclar os seus equipamentos

"Uma parte dessa instalação é um depósito, em ferro, onde as pessoas podem colocar, até domingo, pequenos equipamentos. Desde ontem, dia em que foi montada a instalação, já várias pessoas lá foram colocar objetos, como picadoras, máquinas de café, tablet, etc. As pessoas estão a aderir”, disse à MAGG, Ana Matos, responsável do departamento de Comunicação e Educação do Electrão. 

Existem, em todo o país, 8300 locais de recolha da rede Electrão. Através do site, pode ficar a saber o local mais próximo para reciclar o seu equipamento. Basta colocar a zona onde mora e o tipo de resíduos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.