Se tirou a carta há mais de sete anos, o alerta da GNR vem a calhar, porque pode estar na altura de tratar do processo de renovação.

“Se obteve a sua carta de condução antes de 2 de janeiro de 2013, deve revalidá-la aos 50, 60, 65 e 70 anos e, a partir daí, de 2 em 2 anos, independentemente da validade averbada na mesma”, diz o comunicado da GNR partilhado esta terça-feira, 4 de fevereiro, no Facebook.

 Tirou a carta antes de antes de 2 de janeiro de 2013? A GNR deixa um alerta

O aviso, em forma de lembrete simpático, previne que as pessoas se esqueçam de fazer a revalidação, uma vez que se tal acontecer e continuarem a circular com o veículo podem sujeitar-se a uma coima por infração rodoviária.

“Não deixe a sua carta de condução caducar!”, foi o alerta final da publicação, que teve mais de mil gostos e 1,3 partilhas. Não faltam ainda comentários a agradecer o lembrete, quer no que diz respeito à validação, quer sobre a própria idade: “Obrigado GNR por me lembrar novamente que só me falta 7 anos para os 50”, diz uma utilizadora na rede social.

Quiz. Quem tem carta de condução (B ou B1) não pode errar mais de 3 destas 30 questões
Quiz. Quem tem carta de condução (B ou B1) não pode errar mais de 3 destas 30 questões
Ver artigo

Há ainda outra a aplaudir a iniciativa da GNR, deixando ao mesmo tempo uma crítica. “Obrigado pela informação. Já que as entidades mais diretas não têm este tipo de atenção, aos menos temos a GNR sempre no alerta”, ideia que outro utilizador reforça: “Esta informação é de grande valor. As pessoas não estão informadas e acabam por ter de fazer exame prático. Só é pena que os principais interessados não andem por aqui. No entanto não deixa de ser muito útil este post”.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.