Sob o olhar atento dos passageiros, e do telemóvel que captou o momento, uma mulher foi obrigada a sair do avião onde ia seguir viagem e o episódio acabou com aplausos à tripulação. Os dois funcionários da American Airlines esperavam pela mulher na porta dianteira do avião, conforme é possível ver no vídeo que se tornou viral nas redes sociais.

O avião estava pronto a descolar de Ohio em direção à Carolina do Norte, a 19 de julho, mas partiu sem esta mulher que estava a infringir as regras, alegando que não estava a usar máscara “por indicação médica”, revelou a autora do vídeo, Jordan Slade, ao "Daily Mail".

"Uma mulher atrás de mim levantou-se do seu lugar e confrontou o assistente de bordo dizendo que ia perder a ligação do voo e depois dirigiu a conversa para a mulher, dizendo que se falhasse a ligação seria por causa dela", relatou Slade. "Ela recusou-se a usar máscara, colocando as pessoas que iam naquele voo em risco”, continuou a passageira.

Contudo, a tripulação foi prudente e não abriu exceções, pedindo que a mulher saísse. A mulher lá tirou as malas da cabine, arrumou tudo indignada, enquanto a tripulação esperava na porta.

TAP já permite reembolsos em dinheiro para voos suspensos ou alterados devido à pandemia
TAP já permite reembolsos em dinheiro para voos suspensos ou alterados devido à pandemia
Ver artigo

Jordan Slade impulsionou os aplausos e quando estes começaram, a mulher, com alguma raiva, disse: "Pode bater as palmas que quiser, estou bem com isso". O episódio demorou tanto tempo que, depois de a mulher que recusou usar máscara ter saído do avião, o mesmo teve de voltar ao aeroporto para reabastecer, revela o jornal britânico.

Entre os comentários que surgiram no Twitter, pode ler-se alguns que ora questionam a situação, "como é que ela sequer entrou no avião sem máscara?", diz um utilizador, ora questionam a atitude da mulher: "Ela acha que as regras e o senso comum não se aplicam a ela".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.