Para a nova edição do World Press Photo, registaram-se 74 mil fotografias candidatas de um total de quatro mil fotógrafos vindos de 125 países diferentes. As imagens, todas elas fascinantes e dignas de ganharem o prémio principal, retratam dor, luto e mágoa, mas também há histórias de coragem e de superação que vão ser avaliadas pelo júri desta 63.ª edição — que é, pela primeira vez, composto maioritariamente por mulheres.

Das milhares de candidaturas recebidas, o júri chegou a um consenso para destacar apenas 44 e as imagens são muito diversas em tema, cor e profundidade. Há fotografias duras que recordam o desastre da queda do voo 302 da Ethiopian Airlines e outras que acompanham, com o rigor jornalístico que o concurso promove, as manifestações que em Hong Kong, na China, das quais resultaram vários feridos.

25 fotos incríveis da vida selvagem que foram distinguidas em 2020
25 fotos incríveis da vida selvagem que foram distinguidas em 2020
Ver artigo

Segundo revelou a organização do concurso em comunicado de imprensa enviado às redações, o foco principal das objetivos dos milhares de fotógrafos espalhados pelo mundo e que se candidataram ao grande prémio, foi o papel e a ação dos jovens na tentativa de mudar o mundo.

Os vencedores só são conhecidos em abril e, a 18 de abril, vão ser expostas no museu De Nieuwe Kerk de Amesterdão, nos Países Baixos. Mas depois disso é esperado que cheguem a outras 120 cidades de cerca de 50 países, onde Portugal deverá estar incluído. 

Enquanto os vencedores não são oficialmente anunciados, mostramos-lhes 19 das fotografias incríveis que se habilitam a ser expostas a mais de cinco milhões de pessoas que deverão visitar as exposições em todo o mundo.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.