Pelo menos oito pessoas morreram e cerca de 38 ficaram feridas esta segunda-feira, 24 de janeiro, depois de terem sido esmagadas pela multidão à entrada do estádio Olembe, em Yaoundé, capital dos Camarões, onde decorria o jogo Camarões-Comores para a Taça das Nações Africanas.

Pelo menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas em concerto de Travis Scott
Pelo menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas em concerto de Travis Scott
Ver artigo

A informação de que o número de mortes resultantes da debandada de adeptos tinha subido para oito foi dada esta terça-feira, 25, pelo Governo dos Camarões, avança a CNN Portugal. De acordo com o mais recente balanço oficial, conhecido através da emissora estatal camaronesa, a CRTV, o ministro da comunicação, René Emmanuel Sadi, afirmou que sete dos feridos encontram-se em estado grave, lê-se na notícia avançada pelo mesmo jornal.

Alguns vídeos mostram os adeptos a tentarem forçar a entrada no estádio, o que terá causado a confusão.

O estádio tem capacidade para 60 mil pessoas, mas, devido às restrições implementadas para conter a pandemia da COVID-19, a lotação não deveria exceder os 80%. Fontes ligadas à organização da prova terão revelado que cerca de 50 mil pessoas estavam a tentar assistir ao jogo, revela a BBC.

Apesar da tragédia, o jogo acabou por se realizar, e os factos ocorridos no exterior do estádio só foram tornados públicos após o encontro. A seleção de Camarões, orientada por António Conceição, venceu por 2-1, apurando-se para os quartos de final da competição.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.