Espanha é um dos países mais afetados pelo surto do novo coronavírus. O número de infetados ultrapassa os 130 mil e o número de mortos é superior a 11 mil. Mas é possível que agora o país esteja a ver “uma luz ao fundo do túnel”.

COVID-19. Drama em Espanha: coronavírus entrou num lar, já matou 19 idosos e podem morrer muitos mais
COVID-19. Drama em Espanha: coronavírus entrou num lar, já matou 19 idosos e podem morrer muitos mais
Ver artigo

Quem usa esta expressão é o próprio primeiro-ministro, Pedro Sanchez, que explica que, numa mensagem televisiva, Espanha pode estar a começar a sair do pico da epidemia. Segundo o “Independent”, este discurso acontece num dia em que o número de mortes desceu pela terceira vez consecutiva, e situa-se agora nos 674 nas últimas 24 horas. Também o número de infetados está a diminuir.

O governo espanhol está agora mais otimista, mas revela-se cauteloso. O estado de emergência foi estendido até 26 abril, mas Sanchez explicou que serão levantadas algumas restrições económicas após a Páscoa. Restaurantes, bares ou lojas continuarão fechados. Ainda assim é preciso continuar os esforços para combater “a maior crise das nossas vidas”.

“A vitória é possível e está cada dia mais próxima", adiantou o primeiro-ministro. No entanto pediu que se mantivesse “o sacrifício e moral de vitória” para acabar com a pandemia do novo coronavírus.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.