Quando alguém se despede pode fazê-lo por carta ou cara a cara — um momento normalmente tenso e que quanto mais rápido acontecer, melhor. Mas no caso de Anesti Danelis, barista num café Starbucks em Toronto, no Canadá, comediante e ator, o adeus foi feito através de uma música cantada para o seu patrão. 

"F— This, I Quit", era o nome da canção acompanhada de acordes de guitarra que contava o porquê de se despedir. "Querido patrão, tenho trabalhado aqui há vários anos. Tenho algo para dizer, por isso vou dizê-lo numa música", diz a letra criada por Anesti.

Segue-se o refrão, onde dá a notícia: "Estou a lixar-me para isto, eu demito-me, estou a lixar-me para este sítio, eu demito-me". Só depois do anúncio é que o barista explica o porquê da decisão.

"Eu não quero trabalhar para alguém que trata os empregados como merda. Encontrei um trabalho melhor. Hoje foi o meu último dia. Eu sei que tenho mais dez turnos para fazer, mas estou-me a lixar. Eu não vou aparecer de qualquer maneira. E sabe tão bem dizer...", voltando de novo ao refrão em que diz que se demite.

Além da forma como o patrão o tratava, o ex-barista apontou ainda outra razão que o fez demitir-se: o facto de quando Danelis pediu uma promoção, o patrão riu-se na sua cara e disse que ele nunca iria tê-la.

A performance foi filmada por amigos e publicada no YouTube.

Apesar da demissão, Anesti Danelis revela na música que a sua revolta é apenas contra o patrão e não contra os colegas, de quem vai sentir saudades, assim como como dos clientes.

À revista "People", o agora ex-barista disse: "A música estava um pouco pior, mas eu pensei 'não posso ser mau, não posso ser negativo, vamos apenas ser adultos'".

O comediante revela ainda que a ideia surgiu quando estava a andar de bicicleta e uma música lhe veio à cabeça. Foi aí que pensou: "'Sabes que mais? Eu devia cantar o meu adeus'".

Apesar de ficar hesitante antes da atuação, assim que teve oportunidade de agarrar numa guitarra começou a canção de despedida: "Foi como um momento de filme", diz à mesma revista.

Já pode beber café da Starbucks em casa — e com cápsulas a 40 cêntimos
Já pode beber café da Starbucks em casa — e com cápsulas a 40 cêntimos
Ver artigo

A música de despedida não lhe valeu apenas uma sensação de alívio, mas também mais de 200 mil visualizações, dando ênfase ao prémio Melhor Atuação de Variedade no Canadian Comedy Awards de 2019.

O ex-barista diz que têm sido várias as pessoas a partilhar as histórias dos seus trabalhos, e algumas chegam a pedir-lhes que faça uma música para que as próprias se demitam também.

"Talvez seja um segundo negócio que eu possa explorar", brinca o comediante, que espera que o vídeo viral sirva para inspirar as pessoas a afastarem-me de situações negativas no trabalho.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.