Josh Taylor, um jovem de 25 anos de Queensland, Austrália, morreu esta quinta-feira, 7 de novembro, depois de ter ficado enterrado vivo a mais de um metro e meio de profundidade numa praia na ilha de Bribie, um dos destinos mais turísticos do estado australiano. O jovem ficou a lutar pela vida no hospital desde sábado, dia 2, depois de ter caído num buraco.

Ana Lúcia Matos é novamente acusada de fuga ao fisco. Marido da ex-apresentadora é considerado um dos cabecilhas
Ana Lúcia Matos é novamente acusada de fuga ao fisco. Marido da ex-apresentadora é considerado um dos cabecilhas
Ver artigo

Na altura, como avançou o “DailyMail”, Josh Taylor estava com os amigos a cozinhar um porco na praia. De acordo com uma testemunha que falou com o meio de comunicação social, o jovem levantou-se da cadeira e perdeu o equilíbrio, tropeçando no buraco que fizeram para cozinhar, acabando por cair lá para dentro, e as paredes do poço de areia desabaram em cima dele. Os amigos e a família de Josh Taylor apressaram-se a tentar tirar a areia, assim como todas as pessoas que estavam presentes na praia.

Nathan, um dos presentes que foi abordado pela família do jovem para ajudar a tirá-lo de lá, disse ao “DailyMail” que existiam mais de 15 pessoas a cavar na areia, antes da chegada dos paramédicos e dos guardas florestais. “Toda a família dele gritava connosco, dizendo-nos para ajudarmos, para arranjarmos uma corda para o podermos puxar. Foi horrível", disse. Passado algum tempo, os presentes conseguiram tirar o jovem do buraco, mas a força com que foi puxado acabou por lhe causar mais ferimentos. “Foi muito mau quando ele saiu. Vomitei", disse Nathan.

Os familiares de John Taylor tentaram reanimá-lo até os guardas florestais chegarem, que acabaram por ter de utilizar um desfibrilhador antes da chegada dos paramédicos, conseguindo reanimar o jovem 45 minutos depois de o tirarem do buraco. Quando os paramédicos chegaram, transportaram Josh de avião para o Hospital Princess Alexandra, em Brisbane, onde permaneceu ligado a uma máquina até esta quinta-feira. 

Amigos próximos confirmaram que Josh morreu depois de o suporte de vida ter sido desligado "com a família a seu lado" no hospital, segundo o “The Australian”. Numa declaração publicada no mesmo dia, citada pelo meio de comunicação social, a família afirmou que os ferimentos do jovem eram “demasiado graves”. "Ele lutou muito pela sua vida, e é a pessoa mais corajosa que alguma vez conheceremos", afirmou a família. "Nós amamos-te Josh e sentiremos a tua falta a cada minuto de cada dia”. O tio de Josh Taylor descreveu-o, na quarta-feira, dia 6, à porta do hospital, como uma pessoa "vibrante" e "enérgica" que "adorava o ar livre, pescar e acampar".

A polícia de Queensland confirmou que ainda está a investigar as circunstâncias do incidente, e que "acredita que pode haver muitas pessoas que estavam presentes e que ainda não falaram com a polícia".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.