Joe Garcia, marido de Irma Garcia, uma das vítimas mortais do atentado em Uvalde desta quarta-feira, 25 de maio, morreu dois dias depois da tragédia que vitimou a mulher, professora primária na escola de Robb. O homem de 48 anos terá morrido de ataque cardíaco, tal como avançou uma estação local norte-americana, afiliada da Fox.

Tiroteios em massa nos EUA mais do que duplicaram nos últimos 7 anos. Desde 2013, morreram 140 crianças
Tiroteios em massa nos EUA mais do que duplicaram nos últimos 7 anos. Desde 2013, morreram 140 crianças
Ver artigo

"O meu tio Joe foi deixar flores pela minha tia Irma e assim que voltou, sentou-se na mesa da cozinha com a família toda, e depois de três minutos, caiu simplesmente. Disseram-me que a minha mãe fez-lhe compressões no peito. Aconteceu por volta das 10 horas da manhã", relatou John Martinez, sobrinho de Joe Garcia, ao "USA Today". De acordo com a mesma publicação, todos os esforços para manter vivo o norte-americano foram infrutíferos e Garcia acabou por morrer.

Joe e Irma Garcia, que morreu aos 46 anos, estiveram casados 24 anos e deixam quatro filhos com idades compreendidas entre os 23 e os 13 anos.

Irma Garcia foi uma das professoras que morreu no ataque desta quarta-feira no Texas, que vitimou também a morte a 19 crianças, tornando-se o segundo atentado mais mortífero em estabelecimentos de ensino nos Estados Unidos desde os acontecimentos na escola primária Sandy Hook, em dezembro de 2012 — morreram 20 crianças e seis adultos.

Salvador Ramos, o atacante de 18 anos que baleou a avó antes de sair de casa e cometeu o atentado na escola primária de Robb, foi abatido pela polícia.

O ataque em massa em Uvalde foi o quinto tiroteio a acontecer nos Estados Unidos só no mês de maio: no dia 13, 16 pessoas ficaram feridas num ataque em Milwaukee; no dia seguinte, 10 pessoas morreram e três ficaram feridas em Buffalo, estado de Nova Iorque, num crime com motivações racistas; já a dia 15, uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas na Califórnia e, no mesmo dia, dois homens morreram e três ficaram feridos num ataque num mercado em Houston, Texas.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.