Há muito que o peixe-remo está ligado às mais diversas profecias de terror, desde as de Nostradamus até lendas populares que se contam no Japão ou na América do sul. Em todas as histórias e previsões, o aparecimento do peixe-remo — que vive a perto de mil metros de profundidade, na superfície terrestre simboliza que uma grande tragédia está a chegar, como um gigantesco terramoto, um tsunami ou outra ocorrência com efeitos devastadores para a humanidade.

E o peixe-remo apareceu mesmo. Desta vez foi no Chile que um grupo de pescadores encontrou o animal do agoiro. Estava numa praia na ilha Talcán, uma das ilhas desertas do país sul americano, como reportou o site "TN". Os homens tiraram fotografias ao peixe e publicara-nas nas redes sociais. Rapidamente se tornaram virais.

"O Livro do Peixe". A nova bíblia que combate o "odiozinho de estimação ao peixe cozido"
"O Livro do Peixe". A nova bíblia que combate o "odiozinho de estimação ao peixe cozido"
Ver artigo

Uma lenda centenária japonesa vê este peixe como um presságio de dois dos piores desastres naturais da Terra: os terramotos e os tsunamis. Consideram-no uma serpente marinha e culpam-no de causar estes fenómenos. Além disso, dizem amaldiçoar quem o encontra, já que alertam o mundo para o evento catastrófico.

Para a cultura japonesa, o peixe-remo, quase impossível de encontrar à superfície, é o "Mensageiro do Palácio do Deus do Mar". Em julho deste ano já haviam capturado, também no Chile, outro destes animais, com quase seis metros de comprimento, como noticiou o "Público" na altura.

Veremos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.