Já se sabe que o verão será diferente do habitual e estudam-se novos planos para que seja possível às pessoas irem à praia sobretudo a partir de julho e agosto, meses tradicionalmente de férias para a maioria dos portugueses. Ainda que em Portugal não se saiba extamente como isto vai acontecer, na Galiza, em Espanha, já existem projetos de como vão funcionar as praias desta região.

4 a 6 pessoas por chapéu de sol e proibição de grupos com mais de 10 — o que está a ser estudado para as praias
4 a 6 pessoas por chapéu de sol e proibição de grupos com mais de 10 — o que está a ser estudado para as praias
Ver artigo

A praia de Silgar, na cidade de Sanxenxo, foi a escolhida para implementar um projeto que tem em vista o distanciamento social. O local vai ser dividido em cinco setores e cada um destes vai comportar 780 espaços para as pessoas que desejam fazer praia. Cada um destes espaços vai ter nove metros quadrados de área delimitada com postes e cordas. Estes espaços vão ter a capacidade para duas pessoas e estão afastados um metro e meio dos restantes.

Em Espanha, as praias poderão abrir a partir de 20 junho, caso a curva epidemiológica o permita. Em Portugal prevê-se que a época balnear comece a 1 de junho, se o cenário se mantiver igual.

No nosso país ainda não existem projetos definidos de como será o retorno às praias, mas de uma coisa se tem a certeza: a imposição de pessoas por chapéus de sol está em cima da mesa. O “Correio da Manhã” fala numa imposição de quatro a seis pessoas e serão proibidos grupos com mais de dez pessoas na praia, excetuando agregados familiares. Deverá ser mantida uma distância de segurança de dois metros entre os banhistas — tanto na areia como no mar. Os desportos como futebol ou voleibol serão proibidos.

As medidas definitivas serão conhecidas na próxima quarta-feira, 13 de maio, numa reunião que vai juntar a Agência Portuguesa do Ambiente, a Autoridade Marítima, autarquias e outras entidades competentes.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.