Chamam-se Elmer e Lima, são dois pinguins-de-humboldt e, juntos, formam o primeiro casal do mesmo sexo de que há registo dentro desta espécie. Este par de pinguins machos adoptou um ovo durante a época de reprodução e está a fazer um "excelente trabalho", garante Ted Fox, o diretor do Zoo Rosamond Gifford, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Estes 3 gatos têm uma liquidificadora refém há um mês. Situação insólita está a divertir a internet
Estes 3 gatos têm uma liquidificadora refém há um mês. Situação insólita está a divertir a internet
Ver artigo

A cria de pêlo felpudo, cujo casal protegeu a todo o custo durante o período de incubação do ovo, já nasceu no passado dia 1 de janeiro e continua a crescer forte e saudável. A boa notícia foi divulgada no Twitter e os resultados revelaram-se surpreendentes para os utilizadores da mesma rede social. Ainda assim, não surpreenderam quem lida diariamente com a espécie: como é o caso do diretor do Zoo.

"As famílias não tradicionais fazem um trabalho maravilhoso de criação e educação", garante o diretor do Zoo, que explica que a equipa deu o ovo aos pinguins machos Elmer e Lima numa tentativa de aumentar as hipóteses de o ovo eventualmente eclodir, avança o jornal "The Washington Post".

Os casais reprodutores no jardim zoológico têm "um historial de quebrar inadvertidamente os seus ovos fertilizados", de acordo com uma declaração divulgada na sexta-feira, 28 de janeiro.  Já os dois pais adoptivos foram "exemplares em todos os aspetos dos cuidados com os ovos", disse o jardim zoológico, acrescentando que os machos protegiam à vez o ovo enquanto esperavam que eclodisse. O diretor do zoo garante que nem todos os pares de pinguins são bons a incubar ovos, acrescentando que "é preciso prática".

E o bom trabalho do casal continua já depois do nascimento da cria. Os machos têm estado a cuidar do pinguim bebé, alimentando-o e mantendo-o quente. "O sucesso de Elmer e Lima é mais uma história que podemos partilhar para ajudar pessoas de todas as idades e origens a relacionarem-se com os animais", diz Fox.

O jardim zoológico Rosamond Gifford, em Nova Iorque, trabalha há anos para aumentar a população cada vez menor de pinguins-de-humboldt no meio selvagem, já que esta espécie pode ser encontrada ao longo da costa do Chile e do Peru, na América do Sul, e é classificada como vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Os pinguins-de-humboldt vivem geralmente durante cerca de 20 anos. O zoo nova-iorquino diz ter chocado mais de 55 crias de pinguins-de-humboldt até agora e acredita que em breve poderão nascer mais.

A história de Elmer e Lima é uma estreia para este espaço, pelo menos no que à adopção por um casal do mesmo sexo diz respeito. No entanto, os resultados foram de tal forma positivos que a equipa não exclui a possibilidade de dar a Elmer e Lima mais responsabilidades parentais, acrescentando que o par seria definitivamente o principal candidato "para criar futuros ovos".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.