O primeiro salvamento do ano da Stray Rescue of St. Louis foi um sucesso. Nico New Beginnings, o nome que deram ao cão depois de conseguirem levá-lo para o abrigo, estava sentado perto da porta de uma casa na manhã fria e ventosa do dia 2 de janeiro, quando a equipa de resgate deu conta do animal. O patudo estava muito magro e bastante maltratado, segundo o site "The Dodo", com os ossos bastante visíveis através da pele, e encostou-se às escadas da casa onde estava abrigado assim que a equipa chegou.

Da fúria à vitória. Travis Kelce vence Super Bowl e celebra em campo com Taylor Swift (FOTOS)
Da fúria à vitória. Travis Kelce vence Super Bowl e celebra em campo com Taylor Swift (FOTOS)
Ver artigo

No entanto, depois de perceber que estavam ali para o ajudar, Nico New Beginnings não se afastou da equipa liderada por Donna Lochmann, segundo o mesmo meio de comunicação. Depois de se aproximarem calmamente do animal, encorajando-o a vir ter com eles, Nico não hesitou. “Aproximamo-nos dele e ele veio imediatamente ter connosco, grato por alguém finalmente ter parado para o ajudar”, escreveu a Stray Rescue of St. Louis, situada no Missouri, EUA, numa publicação do Facebook. 

Na altura, Lochmann e a sua equipa acharam que iam precisar de ajuda para levar Nico para o abrigo, mas depressa perceberam que não iria ser preciso, já que o animal estava desejoso de ir embora. “Nós nem precisámos de usar uma trela, ele deixou-nos pegar nele e mete-lo logo dentro do carro de resgate”, escreveram na mesma publicação. 

Veja o vídeo

Assim que chegaram às instalações da Stray Rescue, a equipa avaliou Nico de imediato, percebendo que o animal apenas pesava 14,5 quilos, metade do que seria suposto. Segundo o “The Dodo”, devido ao peso do cão, Nico precisou de ser alimentado de acordo com um plano, mas não se encontrava mal de saúde em mais nenhum parâmetro.

Além disso, Nico mostrou ser um animal bastante afável, com vontade de abraçar todos os que estavam à sua volta. “Se lhe abrirem as portas, ele sai disparado a correr para os teus braços à velocidade da luz!”, escreveu a equipa numa outra publicação do Facebook. 

Até ao momento em que a Stray Rescue of St. Louis achou necessária uma vigilância mais apertada a Nico, o animal ficou no abrigo. No entanto, depois de perceberem que ele já estava saudável o suficiente para ir para uma casa de acolhimento, deixaram com que uma família não perdesse tempo em adotar Nico.

Desde então, apesar de ainda ter muito tempo de recuperação pela frente, o animal tem melhorado de dia para dia. “"Ele tem ganhado peso lentamente e com segurança na sua casa de acolhimento", escreveu a equipa de resgate numa publicação na mesma rede social. "A mãe adotiva diz que o que ele mais gosta de fazer é dar beijos! Ele é o anjo mais doce!", concluíram.

Veja como está Nico

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.