13 meses depois do primeiro, é aprovado aquele que pode ser o último. O parlamento aprovou o 15.º Estado de Emergência e, em declaração ao País, Marcelo Rebelo de Sousa pediu "mais um esforço" aos portugueses.

Numa mensagem em que enfatizou a necessidade de, na próxima fase da luta contra a pandemia, ser prioritária a aposta numa "reconstrução social, sustentada e justa", o presidente da República comparou o último ano aos períodos de maior sofrimento e convulsão que assolaram o país no século XX.

"Este é o começo da ponta final do período mais difícil da vida coletiva desde a gripe espanhola, com mais mortes do que a Grande Guerra ou as lutas africanas de há sessenta anos". 

Faça as malas. Estes hotéis oferecem testes à COVID-19 e estadia grátis para crianças
Faça as malas. Estes hotéis oferecem testes à COVID-19 e estadia grátis para crianças
Ver artigo

Esta quinta-feira o executivo de António Costa vai decidir as medidas para este novo Estado de Emergência e também a terceira fase do plano de desconfinamento, a iniciar a 19 de abril. Esta nova fase poderá passar por confinamentos locais.

Esta sexta-feira, 15 de abril, a ilha de São Miguel, nos Açores, passa para o nível de Alto Risco de Contágio, sendo a região do arquipélago com mais casos ativos. Na prática, a partir de sexta-feira, os concelhos da ilha de São Miguel ficam com proibição de circulação na via pública entre as 20h e as 05h durante a semana e entre as 15h e as 05h ao fim-de-semana.

As lojas encerram nesse período, com exceção de estabelecimentos de primeira necessidade, como farmácias, clínicas, postos de abastecimento de combustíveis e respetivas lojas de conveniência. O funcionamento de cafés e restaurantes segue as regras gerais.

Quer saber quais as medidas em vigor no seu concelho? Consulte o site Pandemia Clara.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.