A recuperação de Ângelo Rodrigues continua. O ator de 32 anos foi submetido a uma oitava cirurgia à perna esquerda e deverá começar agora uma nova ronda de tratamentos médicos que vão ser complementados, posteriormente, com novas sessões de fisioterapia para reforçar os músculos.

A operação aconteceu este sábado, 23 de maio, e o ator fez questão de assinalar um momento através de uma publicação na sua página oficial de Instagram num momento em que se viu obrigado a "reviver a primeira experiência de isolamento" contra a sua vontade. "Mas não é o resultado da cirurgia que inquieta este homem com mais operações do que a Lava Jato", brincou.

"Dezassete escadas separam o hall de entrada da minha casa do meu quarto, e cada [degrau é] do tamanho dos meus fantasmas. Sentar-me com eles talvez tenha sido uma das decisões mais sensatas da minha vida. São gajos fixes e, o melhor, domesticáveis. A minha visão de túnel evidencia ainda mais a minha mira — o meu quarto", começa por escrever o ator.

E descreve o procedimento a que se vai sujeitar novamente: "Hoje inicio a segunda fase de reconstrução da minha perna. Esta, que sapateou entre a vida e a morte, vai mais uma vez ser salva ao tentar-se reduzir os 27 centímetros do enxerto cravado na minha pele, corrigindo possíveis complicações."

Dos anabolizantes aos suplementos. Quais são os maiores disparates do mundo fit?
Dos anabolizantes aos suplementos. Quais são os maiores disparates do mundo fit?
Ver artigo

Apesar disso, Ângelo Rodrigues diz que nada disto vai atrasar duas das suas grandes metas para o futuro que são dançar como Chaplin no "Tempos Modernos" e "fazer um sprint com um atleta de alta competição".

"Como há babuínos com mais expressividade do que eu a dançar, a segunda opção tem de ser possível. Sinto que é a isto que sabe a matéria dos vencedores. É que ter uma meta no horizonte é como atirar carne a um tigre: ele só vai parar quando ficar satisfeito", concluiu.

As oito cirurgias a que Ângelo Rodrigues foi sujeito são consequência direta de uma infeção generalizada, alegadamente causada pela administração de injeções anabolizantes, que deixaram o ator entre a vida e a morte. Durante o tempo em que esteve internado no Hospital Garcia de Orta, em Alma, o ator perdeu vários pedaços da pele.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.