Uma criança de apenas dois anos ficou alegadamente esquecida esta quinta-feira, 6 de maio, dentro de uma viatura durante sete horas e foi encontrada pelas autoridades em paragem cardiorespiratória. As esquipas de socorro ainda tentaram reanimar a bebé durante 30 minutos, mas o óbito acabou por ser declarado ainda antes de ter chegado ao hospital de Santa Maria, segundo o jornal "Observador".

A mãe terá ido levar os filhos à escola, por volta das 9h, e após deixar os mais velhos (menores), como era hábito, a mais nova terá ficado esquecida dentro do carro na Avenida Miguel Bombarda, em Lisboa, segundo apurou a CMTV junto de uma fonte da PSP. A mãe ter-se-á apercebido da falta da filha quando a empregada que habitualmente ia buscar as crianças à escola terá dito que a bebé não foi entregue no estabelecimento de ensino. 

Uso de tecnologias afeta cada vez mais a postura de crianças e jovens. "É preciso fazê-los parar"
Uso de tecnologias afeta cada vez mais a postura de crianças e jovens. "É preciso fazê-los parar"
Ver artigo

O alerta foi dado pelas 16h30, o que significa que a criança ficou dentro do carro desde o período da manhã até ao fim da tarde — sensivelmente sete horas, que cobriram o período de maior calor. A criança deu entrada na Unidade de Pediatria do hospital de Santa Maria, embora já sem vida.

Sabe-se ainda que os pais receberam apoio psicológico no hospital, devido ao estado de choque perante o aconteceu. A Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.