Farta de esperar pela chegada do seu presente de aniversário, Kaitlin, uma menina de seis anos, natural dos Estados Unidos, resolveu oferecer a si própria mais uns quantos brinquedos — o único problema foi o valor, que ultrapassou os 300 euros.

O episódio insólito aconteceu no estado americano do Utah, e começou com um pedido bastante simples. Prestes a celebrar o seu aniversário, Kaitlin pediu uma boneca Barbie à mãe, pedido que esta aceitou. Depois de visitarem o site da Amazon e de escolherem o modelo da boneca em conjunto, a mãe de Kaitlin inseriu os dados do seu cartão de crédito e finalizou a compra.

Alguns dias depois, após visitar o site várias vezes para acompanhar o estado da encomenda, a menina resolveu comprar mais umas coisas  — com os dados bancários já inseridos na plataforma e aproveitando que o telemóvel da mãe se encontrava esquecido em casa, Kaitlin fez várias compras, entre jogos de tabuleiro, jogos de computador e dezenas de brinquedos, num total de aproximadamente 300€.

Ter brinquedos a mais é prejudicial para as crianças
Ter brinquedos a mais é prejudicial para as crianças
Ver artigo

Tal como relatado por uma prima de Kaitlin no Twitter, a mãe da menina só se apercebeu do sucedido quando uma carrinha da Amazon estacionou em frente à sua casa e o funcionário não parou de retirar caixas do porta-bagagens. Apesar do dinheiro gasto, a norte-americana encarou a situação com humor e até tirou fotografias do momento.

Kaitlin teve direito a manter a sua prenda original, a Barbie escolhida em conjunto com a mãe, mas o resto dos brinquedos e jogos foram doados a um hospital da zona. Como castigo, a menina de seis anos passou um mês sem ter acesso à internet.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.