A Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP) vai oferecer apoio médico às primeiras 100 pessoas que pedirem ajuda para deixar de fumar. A iniciativa faz parte da campanha "Deixe de Fumar e Respire de Alívio", que entra em vigor em janeiro, mês marcado pelas resoluções de Ano Novo.

"Aproveitando o início do ano, marcado por muitas resoluções, queremos incentivar os portugueses a escolher a sua saúde respiratória e pulmonar", disse o presidente da FPP, José Alves, de acordo com a CNN Portugal, que cita a agência Lusa.

A ideia da campanha é alertar e consciencializar para os malefícios do tabaco, como o aparecimento de tumores malignos na traqueia, brônquios ou pulmão, da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e de infeções nas vias respiratórias inferiores. Segundo o Observatório Nacional das Doenças Respiratórias 2020 da FPP, divulgado em dezembro de 2021, estas doenças são a 4.º, 5.º e 7.º principais causas de morte na União Europeia (UE), respetivamente.

Fibrose quística. Diagnóstico precoce e tratamento atempado são cruciais para os doentes
Fibrose quística. Diagnóstico precoce e tratamento atempado são cruciais para os doentes
Ver artigo

No que diz respeito à DPOC, pelo facto de ser uma doença subdiagnosticada, em especial devido à pandemia que "trouxe um conjunto de desafios no diagnóstico e tratamento das diferentes doenças respiratórias, mas muito particularmente da DPOC", diz o relatório, a FPP vai também disponibilizar aos primeiros 100 contactos da campanha em curso a realização de uma espirometria (exame para diagnosticar a DPOC) e, em caso de confirmação da doença, reabilitação respiratória domiciliária.

O objetivo da iniciativa é acompanhar os fumadores na transição que, reconhece o presidente da fundação, é demorada e difícil e por isso mesmo é preciso mostrar que há diversas formas de o fazer.

"Quem deixa de fumar não deixa de um dia para o outro — deixar de fumar é muito difícil. (…) E a quem não consegue deixar de fumar, temos de dizer para fumarem cada vez menos", refere José Alves. "Esta campanha encara exatamente isso: as várias maneiras de deixar de fumar", continua.

Assim, através da campanha "Deixe de Fumar e Respire de Alívio", os casos mais graves vão poder receber o apoio médico gratuito da fundação que recentemente criou a Clínica do Pulmão, com consultas online.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.