Dois corpos, de um homem de 44 anos e de uma criança de 3, foram encontrados este domingo, 7 de novembro, por caçadores e populares numa zona de mato em Santa Margarida da Serra, perto de Grândola. Suspeita-se que o homem de 44 anos será Clemens Weisshaar, um conhecido designer nascido em Munique, Alemanha, avança o "Jornal de Notícias".

Ao que tudo indica, o homem terá pegado fogo ao corpo da criança, encontrada dentro de uma viatura totalmente carbonizada, e depois suicidou-se. Perante o cenário que apontava para homicídio seguido de suicídio, a GNR que se dirigiu ao local acabou por chamar também a Polícia Judiciária para começar a investigar o caso e apurar as causas da morte.

Jovem raptada é salva graças a sinal viral no TikTok usado em casos de violência doméstica
Jovem raptada é salva graças a sinal viral no TikTok usado em casos de violência doméstica
Ver artigo

O alerta foi dado pelos locais às autoridades por volta das 12h, embora pai e filho, desaparecidos há uma semana, já estivessem sem vida.

O "Jornal de Notícias" avança ainda que o pai não via a criança desde o verão, após a mãe da criança de 3 anos, que detinha a guarda do menor, ter vindo para Lisboa quando o casal se separou em julho. A oportunidade de reaver o filho surgiu no último fim de semana de outubro e o acordado era entregá-lo na segunda-feira, 1 de novembro. Contudo, isso não aconteceu e a mulher denunciou o desaparecimento às autoridades.

A mãe da criança será Phoebe Arnold, uma conhecida estilista britânica que já trabalhou com nomes como a cantora Paloma Faith. Phoebe Arnold  e Clemens Weisshaar mantiveram uma relação de cinco anos, que terminou em julho, segundo o "Correio da Manhã". O mesmo jornal adianta que a relação complicou-se na altura da separação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.