Estamos a menos de um mês do início da época balnear, este ano diferente do que tem acontecido desde o início da pandemia da COVID-19, em 2020. Os banhistas vão poder estar mais à vontade, sem ter de cumprir distanciamento social no areal ou usar máscara para aceder às praias, avança o "Jornal de Notícias" desta quinta-feira, 21 de abril.

No verão de 2022 deverá ainda desaparecer o sistema de semáforos que indicava a ocupação das praias e as respetivas multas em caso de incumprimento. Contudo, será ainda obrigatório usar máscara e desinfetar as mãos nas casas de banho e apoios de praia, aplicando-se as regras em vigor pela Direção-Geral da Saúde em todos os espaços públicos, segundo fontes da Autoridade Marítima ao mesmo jornal.

Prepare a toalha e o biquíni. Porto Santo, na Madeira, é a melhor praia da Europa para 2022
Prepare a toalha e o biquíni. Porto Santo, na Madeira, é a melhor praia da Europa para 2022
Ver artigo

A época balnear começa já a 1 de maio em Cascais e no arquipélago da Madeira e seguir-se-ão as praias do Algarve e da Costa da Caparica, que a meio do próximo mês vão começar a ter nadadores-salvadores a olhar pelos banhistas. No que diz respeito a praias fluviais, foram também anunciadas várias datas para o início da época balnear, segundo o Aquapolis.

A primeira é a praia de Pego Fundo, Alcoutim, a 14 de maio, seguindo-se várias a 1 de junho: Senhora da Ribeira, em Santa Comba Dão, Corga Corga, em Castanheira de Pêra, Almaceda e Sesmo, em Castelo Branco, Quinta do Alamal, no Gavião, Tapada Grande, em Mértola, Monsaraz, Mourão e Amoreira, em Aljezur.

O uso generalizado das máscaras em espaços fechados será discutido esta quinta-feira, 21, em Conselho de Ministros.

"A DGS poderá reanalisar esta medida, nomeadamente o uso das máscaras, e poderá eventualmente dentro de uma ou duas semanas proceder ao alívio destas restrições, nomeadamente nas escolas", disse o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, esta terça-feira, 19, cita o "ECO". Sabe-se, no entanto, que a máscara deverá ser mantida nos transportes públicos e no acesso a serviços de saúde e lares ou espaços similares.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.