Não é exagero afirmar que o mercado imobiliário no distrito de Lisboa está uma loucura — para além das rendas exorbitantes cobradas por apartamentos com poucas condições, há quem tenha a audácia de cobrar valores superiores ao ordenado mínimo nacional pelo aluguer de um quarto e até quem alugue autocaravanas em jardins como se de um palácio se tratassem.

E porque o mercado imobiliário é um dos temas mais quentes do momento, o portal Idealista, dedicado ao mesmo mercado, elaborou um estudo onde compilou as 10 ruas mais caras do País. Para evitar distorções nos dados, o estudo considerou apenas as ruas que contavam com um mínimo de dez anúncios e revelou o preço médio destas, o que não significa obrigatoriamente que sejam as casas mais caras de cada mercado.

150 mil euros por um T0 com 16 metros quadrados? Há pior
150 mil euros por um T0 com 16 metros quadrados? Há pior
Ver artigo

Reunidos os resultados, e sem surpresas, Lisboa surge em primeiro lugar, com a Rua do Salitre a liderar a tabela. Esta é a localização com a habitação mais cara à venda, onde os proprietários pedem, em média, 2.820.312€ a quem quiser adquirir um destes imóveis.

Segue-se Setúbal, mais precisamente a Urbanização Soltroia, com um preço médio de 1.926.818€, valores similares à Rua Fernão Mendes Pinto em Belém (Lisboa), que ocupa o terceiro lugar (1.912.73€).

A vila de Cascais, muito ligada ao luxo, está representada pela Rua Dom Afonso Henriques, a quarta morada com os preços mais exclusivos para comprar uma casa (1.839.138€). Segue-se o Loteamento Fonte Santa em Quarteira (Algarve), com um valor de 1.589.941€, e a Rua a Gazeta d’Oeiras (Oeiras), onde o preço médio das habitações de luxo ronda os 1.588.235€.

O drama de quem não consegue arrendar casa em Lisboa
O drama de quem não consegue arrendar casa em Lisboa
Ver artigo

Rumando a norte, a cidade do Porto ocupa o sétimo lugar da tabela das ruas mais caras para comprar casa em Portugal — mais precisamente a Avenida Marechal Gomes da Costa, que conta com casas a um preço médio de 1.520.000€. A lista fica completa com a Avenida 24 de Julho, em Lisboa (1.518.031€), a Urbanização Varandas do Lago em Almancil (1.460.909€), e a Avenida da República, em Lisboa (1.445.990€).

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.