Este domingo, dia 5 de julho, a Guarda Nacional Republicana (GNR) foi forçada a intervir para dispersar cerca de 400 jovens holandeses que se juntaram em dois bares na zona da Oura, em Albufeira. Os estudantes que estão em viagem de finalistas não têm cumprido as normas de distanciamento social, nem a utilização de máscara — sendo que já estão referenciados pelas autoridades. Esta segunda-feira, 6, chegaram mais 2.000 jovens ao Algarve.

Quem chamou as autoridades foi o dono de um dos bares onde os jovens se amontoaram. Foi ordenado o encerramento dos estabelecimentos daquela rua, que têm de ter licença de snack bar para estarem abertos até às onze da noite. Sabe-se que as autoridades tentaram uma intervenção mais pedagógica, para que os jovens regressassem ao hotel onde estão alojados.

Festivais de Verão estão proibidos mas pode haver Festa do Avante! "se cumprirem as normas de segurança", diz António Costa
Festivais de Verão estão proibidos mas pode haver Festa do Avante! "se cumprirem as normas de segurança", diz António Costa
Ver artigo

No entanto, existiram momentos de tensão e a GNR foi mesmo obrigada a recorrer à força para dispersar os holandeses. O que causou maior preocupação às autoridades foi o facto de os jovens não se fazerem acompanhar de máscaras e de criarem ajuntamentos nos bares, conforme noticiou a "SIC Notícias".

Os residentes daquela zona algarvia também se manifestaram e afirmam que têm vivido com algum medo, pois tiveram de redobrar os cuidados de segurança. Os estudantes têm-se movimentado em grupos, sem qualquer respeito pelos locais.

Para já, as autoridades continuam a reforçar o patrulhamento das ruas e a garantir que as normas de segurança são cumpridas. Alguns bares já pediram a licença de snack-bar e conseguiram alargar o horário até às 23 horas. A Câmara de Albufeira pretende normas mais rígidas para estes estabelecimentos, que têm de garantir a dispersão de clientes até à hora de encerramento.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.