A previsão do Instituto Português do Mar e da Amosfera aponta para que esta sexta-feira, 10 de janeiro, o céu esteja pouco nublado em todo o território continental. E este é o pretexto perfeito para que, durante a noite, possa observar o primeiro eclipse lunar de 2020 — que também é a primeira lua cheia do ano.

O fenómeno, conhecido como Wolf Moon, será relativamente curto. Espera-se que comece por volta das 17 horas e que atinja o pico cerca de duas horas depois, às 19h10.

Às 21h12, no entanto, já se espera que a Lua mostre toda a sua face iluminada depois de passar pela sombra da Terra e mergulhando na extremidade externa da sombra do planeta — um fenómeno que, segundo os cientistas, é denominado por eclipse lunar penumbral.

Sabia que a lua tem a forma de um limão? 11 factos incríveis sobre o satélite
Sabia que a lua tem a forma de um limão? 11 factos incríveis sobre o satélite
Ver artigo

O fenómeno vai ser visível em todo o Hemisfério Oriental, e são os países da Europa, África e Ásia a ter melhores condições para o observar em tempo real olhando para o céu.

Ainda assim, quem não conseguir acompanhar o eclipse vai poder observá-lo através da plataforma Virtual Telescope Projet, do Slooh, um serviço que permite ver o eclipse tal como é captado por um telescópio e que funciona nos browsers mais modernos (como o Google Chrome).

Segundo a equipa de especialistas do Slooh, a transmissão em direto deverá ser acompanhada por comentários e observações do astrónomo Paul Cox, que procurará explicar como ocorre este tipo de eclipe lunar.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.