Jerónimo de Sousa vai ser operado esta quarta-feira, 12 de janeiro. A intervenção urgente a uma estenose na carótida obriga o líder do Partido Comunista a estar afastado da campanha eleitoral durante 10 dias, avança a SIC Notícias.

O político de 74 anos, e cabeça de lista do PCP às eleições legislativas, vai ser operado de urgência a uma estenose na carótida. Este tipo de problema (que, quando não tratado, pode provocar um acidente vascular cerebral) consiste no estreitamento ou obstrução de uma ou ambas artérias carótidas. Tal provoca a redução do fluxo do sangue para o cérebro, aumentando o risco da ocorrência de AVC.

O secretário geral do PCP vai ser substituído por João Oliveira e João Ferreira nas ações de campanha para as legislativas de 30 de janeiro. Apesar de manter as acções de campanha agendadas para esta terça-feira, será João Oliveira a debater com Rui Rio, no frente a frente agendado para esta quarta-feira, 12 de janeiro, às 21h, na SIC.

O Partido Comunista Português já esclareceu, em comunicado oficial, que Jerónimo de Sousa se encontra bem mas que a cirurgia não podia ser adiada para depois das legislativas. "No seguimento de exames médicos e de uma avaliação clínica multidisciplinar foi apurada a necessidade de Jerónimo de Sousa ser submetido a uma intervenção cirúrgica urgente da estenose carotídea (à carótida interna esquerda), que não pode ser adiada para depois das eleições", adianta o partido.

"Está assim programado o internamento para amanhã, dia 12 de Janeiro, e prevê-se que o secretário-geral retome no final da próxima semana a sua intervenção política, nomeadamente na campanha eleitoral em curso para a Assembleia da República", esclarece ainda o PCP.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.