Era suposto ser um encerramento temporário para obras, mas os atrasos relacionados com a insolvência do empreiteiro responsável pelo projeto inicial fizeram com que fosse aberto um novo concurso público. Encerrado desde 2017, o metro de Arroios encontra-se agora com as obras em fase de conclusão, estando a reabertura ao público prevista até ao final do mês de setembro.

A informação foi avançada pelos representantes do Metropolitano de Lisboa a Margarida Martins, Presidente da Junta de Freguesia de Arroios, que, no passado dia 18 de junho, visitou a estação para perceber o ponto da situação.

Arroios é o bairro mais cool do mundo — e nós mostramos-lhe porquê
Arroios é o bairro mais cool do mundo — e nós mostramos-lhe porquê
Ver artigo

Segundo a Junta de Freguesia de Arroios, durante a visita constatou-se a existência de novas acessibilidades à estação, que passarão a ser dotadas de dois elevadores que permitem o acesso entre a rua e o cais de embarque. Além disso, foi ainda inserido um painel de azulejos da autoria de Nikias Skapinakis numa das plataformas e mantidas as intervenções plásticas de Maria Keil, existentes desde que a estação foi inaugurada em 1972, informa a Junta em comunicado enviado à redação.

Vítor Carvalho, secretário da Junta de Freguesia de Arroios, acredita que esta reabertura trará vários benefícios à zona. "A nossa expectativa é que a reabertura da estação de metro venha dinamizar o comércio que foi muito afetado e que facilite, obviamente, a deslocação e circulação não apenas das pessoas que moram em Arroios como também de pessoas da freguesia da Penha de França que saem em Arroios para apanhar outros transportes", diz à MAGG.

Para Vítor Carvalho foi notório o impacto negativo que o encerramento do metro teve para a zona de Arroios.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.