O XXIII Governo Constitucional, o terceiro chefiado por António Costa, vai tomar posse esta quarta-feira, 30 de março, às 17h, no Palácio Nacional da Ajuda.

A tomada de posse acontece dois meses depois das legislativas de 30 de janeiro, visto que o processo de transição política foi mais demorado devido à repetição de eleições no círculo da Europa, determinada pelo Tribunal Constitucional por terem sido misturados votos válidos com votos nulos em 151 mesas de voto.

Pela primeira vez, Governo tem mais ministras do que ministros. Conheça as mulheres do novo executivo
Pela primeira vez, Governo tem mais ministras do que ministros. Conheça as mulheres do novo executivo
Ver artigo

O novo executivo é composto por 17 ministros, nove mulheres e oito homens, e 38 secretários de Estado e tem Mariana Vieira da Silva como ministra da Presidência. 

Tal como prometido por Marcelo Rebelo de Sousa nos últimos dias, nesta cerimónia de posse irá falar-se dos "desafios do novo Governo" neste "novo tempo", do seu papel como Presidente da República e da oposição, avança o jornal "Observador".

De acordo com o Presidente da República, a crise política do ano passado com o chumbo do Orçamento do Estado para 2022, que o levou a dissolver o parlamento e convocar legislativas antecipadas, "teve uma resposta do povo português" e o resultado das eleições corresponde a um virar de página".

A tomada de posse do novo Governo acontece um dia depois de Augusto Santos Silva ter sido eleito como presidente da Assembleia da República, cujo resultado foi conhecido na tarde desta terça-feira, 29 de março. Um total de 156 votos a favor, 63 brancos e 11 nulos, deram a Augusto Santos Silva a sucessão do cargo que antes pertencia a Eduardo Ferro Rodrigues.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.