Este ano, o Pai Natal do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, vai estar a trabalhar como grande parte dos portugueses através do regime de teletrabalho obrigatório. Isto significa que, ao contrário do que tem vindo a ser habitual ao longo dos anos, neste Natal não o vai encontrar no Colombo pronto para conversar e tirar fotografias com as crianças e famílias que o abordem. Isso não quer dizer, no entanto, que esteja totalmente incontactável até porque cabe a ele a tarefa de manter o espírito da quadra, mesmo num ano particularmente difícil e atípico.

Por isso, o Pai Natal do Colombo vai estar disponível para falar com todas as pessoas que o procurem — só que à distância, através de vídeoconferências no Zoom e mediante reserva atempada. Durante os dias da semana, o Pai Natal estará disponível para conversar sempre ao final da tarde. Mas aos fins de semana e aos feriados, o horário é bem mais alargado e flexível.

As histórias mais emocionantes com crianças contadas por Severino, o homem que é Pai Natal no Colombo há 18 anos
As histórias mais emocionantes com crianças contadas por Severino, o homem que é Pai Natal no Colombo há 18 anos
Ver artigo

Para fazer a sua marcação gratuita basta aceder à página oficial criada pelo Centro Comercial Colombo, escolher uma hora e até especificar o tema de conversa que quererá ter com o Pai Natal.

De uma lista pensada apenas para os mais novos, os temas possíveis são "teve um animal de estimação recentemente", "entrou para a escola este ano", "já ajuda nas tarefas domésticas", entre outros. E só tem de escolher um máximo de três para que, no ato da reserva, o Pai Natal saiba exatamente com quem vai falar e sobre que temas.

Feita a reserva, o utilizador receberá uma hiperligação e um código para que, consoante a data e a hora que escolheu, possa depois entrar na conferência — através da aplicação Zoom — com o Pai Natal interpretado por Severino Moreira, que assume as longas barbas e as vestes vermelhas há mais de 18 anos.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.