Setembro chegou e parece que o verão decidiu fazer uma pausa. Isto porque da neve na Serra da Estrela à queda de granizo em Trás-os-Montes, Valpaços e Mirandela, o mau tempo chegou a Portugal durante o fim de semana – e a verdade é que o cenário não parece muito mais animador para os próximos dias, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Esta segunda-feira, 4 de setembro, todo o território português continuará debaixo de chuva, graças a aguaceiros que podem ser "pontualmente fortes e acompanhados de trovoada a partir do fim da manhã, em especial no norte e centro", avança o IPMA. Quanto ao vento, este fazer-se-á sentir de forma fraca a moderada, podendo ser mais forte nas "terras altas e na faixa costeira ocidental".

Setembro chegou e trouxe o outono. Há chuva e descidas de temperatura por todo o País
Setembro chegou e trouxe o outono. Há chuva e descidas de temperatura por todo o País
Ver artigo

Este é um cenário que continuará a manifestar-se durante terça-feira, 5, por todo o País. Contudo, ainda que estejamos a meio de uma autêntica tempestade, durante estes dois dias, as temperaturas máximas poderão chegar aos 28ºC e as mínimas descerão até aos 13ºC. O clima em Lisboa vai estar ameno, estando as temperaturas compreendidas entre os 22ºC e os 23ºC, assim como no Porto, onde os termómetros poderão chegar a marcar 27ºC.

A partir de terça-feira, mesmo que o céu esteja "bastante nublado" durante o dia, as nuvens vão começar a desaparecer ao final da tarde e, na quarta-feira, 6, até se registará uma pequena subida da "temperatura máxima, em especial no interior". A par disto, as máximas também sobem, sendo que Bragança, Beja e Évora poderão chegar aos 29ºC de máxima.

Mas não atire já os foguetes, porque, apesar do aumento das temperaturas, o IPMA avança ainda que há "possibilidade de ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros no litoral norte e centro" durante quarta-feira e quinta-feira, 6 e 7 de setembro, respetivamente.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.