Os professores de todos os graus de ensino e os profissionais das creches e ATL vão poder receber a dose de reforço da vacina contra a COVID-19 em regime de Casa Aberta nas tardes dos próximos dias 6, 7, 8 e 9 de janeiro.

A novidade foi anunciada pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Lacerda Sales, que, em entrevista à CNN Portugal na noite desta segunda-feira, 3 de janeiro, explicou que o reforço da vacinação acontece nos mesmos dias da vacinação das crianças, agendada para de manhã, escreve o jornal "Observador". Para ter acesso à dose de reforço, os profissionais apenas precisam de recorrer a senhas digitais e mostrar um documento que comprove o local onde trabalham. 

Bullying com "tendência decrescente" nas escolas. Registados 64 crimes desde janeiro
Bullying com "tendência decrescente" nas escolas. Registados 64 crimes desde janeiro
Ver artigo

A confirmação das datas surge numa altura em que Lacerda Sales deu também a garantia de que o regresso às aulas acontecerá mesmo a 10 de janeiro, independentemente da evolução da situação epidemiológica. "Penso que essa medida [adiamento] não está garantidamente sobre a mesa. E, portanto, as aulas começam no dia 10 de janeiro para as crianças, porque essa é uma medida fundamental para a saúde física, mental, social e psicológica das nossas crianças", afirmou, citado pelo "Observador".

O não adiamento do regresso às aulas é uma decisão com a qual a maioria dos professores concorda, contudo, a Federação Nacional de Professores (Fenprof) fez questão de lamentar esta segunda-feira, 3, o facto de metade dos professores continuar sem a dose de reforço da vacina contra a COVID-19.

"Por força do envelhecimento da profissão docente, cerca de metade dos professores e educadores poderá já ter sido vacinada ou agendado a vacinação, porém, todos os outros continuam a aguardar", frisou a Fenprof, segundo o "Observador".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.