O regresso de Cristina Ferreira apanhou toda a gente de surpresa, inclusive a SIC que confrontou a apresentadora esta sexta-feira, 17 de julho, depois de surgirem vários rumores de um possível regresso ao canal que deixou há dois anos. Desde então, que já se sabe que a SIC vai processar a apresentadora em pelo menos quatro milhões de euros pela saída "abrupta e surpreendente", enquanto que a Media Capital fala em "satisfação" por ver Cristina Ferreira regressar à casa onde já foi feliz.

Mas as restantes reações não se fizeram esperar. Através da sua página oficial de Instagram, Manuel Luís Goucha, com quem Cristina Ferreira partilhou o "Você na TV!" ao longo de dez anos, partilhou uma fotografia lado a lado com a apresentadora. Na descrição, a frase: "Há dias felizes."

Já o ator, e também apresentador, Pedro Teixeira, com quem Cristina Ferreira apresentou o programa "Apanha Se Puderes", optou por uma mensagem de boas vindas mais humorada. "Estavas a morrer de saudades minhas, não estavas? Welcome back", foi a descrição escolhida pelo ator para fazer acompanhar a fotografia dos dois juntos.

Negociações entre Cristina Ferreira e TVI começaram há um mês por insatisfação com a SIC
Negociações entre Cristina Ferreira e TVI começaram há um mês por insatisfação com a SIC
Ver artigo

O jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho brincou com a situação, ironizando não estar a par da notícia que abalou o meio da televisão na sexta-feira, 17 de julho. "Desculpa, não ouvi, estava aqui distraído a pensar em tudo o que já vi e o pouco que me surpreende. A Cristina o quê?...", escreveu na sua página de Instagram.

A reação de Cláudio Ramos, em contraste, foi talvez a mais emotiva. Inicialmente, Cláudio Ramos começou por ser o companheiro de Cristina Ferreira nas manhãs da SIC em "Programa da Cristina", antes de abandonar o canal para a TVI, no qual tem estado responsável por apresentar e conduzir a nova edição do reality show "Big Brother 2020".

Numa publicação de Instagram, Cláudio Ramos reforça a importância de se voltar ao lugar especial no qual já se foi feliz. "Aprendemos em criança que devemos voltar sempre ao lugar onde fomos felizes. Quando me despedi [antes da saída de Cláudio Ramos para a TVI], disse-lhe: 'Tenho de ir, preciso. Mas sinto que vamos voltar a encontrar-nos.' Ficou triste, mas deixou-me voar. Que não nos roubem a capacidade de sonhar. Que não nos cortem as asas. Se acreditarmos muito e fizermos por isso, um dia será realidade. Cristina Ferreira, somos sempre a história que fazemos", lê-se na publicação original.

Nuno Santos, que chegou à TVI como diretor de programas da TVI e que, nos últimos dias, foi nomeado o diretor-geral do canal, também mostrou entusiasmo pelo regresso da apresentadora à "casa mãe", como ela lhe chamou num comunicado enviado às redações. "O futuro é muito entusiasmante", lia-se na imagem em inglês que agora diretor-geral da TVI partilhou na sua conta de Instagram.

A decisão de Cristina Ferreira apanhou toda a SIC de surpresa, mas sabe-se agora que as negociações entre a apresentadora e a TVI decorriam há um mês, num processo que terá tido o aval de toda a administração da Media Capital, avança o "Diário de Notícias".

As negociações, que foram realizadas na "absoluta discrição", terão contado com Cristina Ferreira e os seus representantes, bem como Nuno Santos que muito recentemente foi apontado como o novo diretor-geral da estação.

As reuniões para formalizar o regresso à TVI, sabe-se agora, foram aumentando o interesse na mudança, até porque a apresentadora ambicionava duas coisas: "Por um lado, ter uma posição na administração e, por outro, ter mais responsabilidades efetivas na área do entretenimento", revela fonte próxima do processo ao mesmo jornal.

Esse último, aliás, era um dos pontos fundamentais que terá aliciado Cristina Ferreira a trocar a TVI pela SIC há dois anos. No entanto, essa terá sido uma experiência que "não terá corrido como esperado", revela fonte da TVI à mesma publicação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.