Cinco dias depois do ciberataque à Vodafone, a operadora anuncia que os serviços de telefone, dados e televisão já estabilizaram e estão de “regresso à normalidade”. Existem ainda algumas falhas pontuais, mas o regresso é quase a 100%, avança a Vodafone esta sexta-feira, 11 de fevereiro, num comunicado a que o "Diário de Notícias" teve acesso.

Após o ataque a 7 de fevereiro, em 24 horas a empresa conseguiu repor os serviços de 4G/5G e continuou a trabalhar diariamente para que o telefone, dados e televisão voltassem ao ativo, bem como as funcionalidades específicas de clientes empresariais, que por esta altura estão praticamente concluídas.

PJ investiga hacker que lançou licitação para a compra de uma companhia de telecomunicações
PJ investiga hacker que lançou licitação para a compra de uma companhia de telecomunicações
Ver artigo

Após uma semana desafiante para a Vodafone — entre a resolução de problemas e a colaboração com a Polícia Judiciaria que investiga o caso e tem sob suspeita um hacker russo que pediu dinheiro por uma companhia de telecomunicações portuguesa no fórum Exploit.in —, a empresa agradece "a todos a compreensão e as muitas manifestações de apoio neste período excecional de crise sem precedentes, e enaltece o empenho e a entrega contínua de todos os seus Colaboradores e Parceiros nesta semana extremamente desafiante", lê-se no comunicado.

Contudo, os esforços não ficam por aqui. Segundo a Vodafone há "muito trabalho pela frente para assegurar a total sustentabilidade da operação", diz ainda.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.